Candidatos ao governo de Alagoas disputam preferência de 1,9 milhão de eleitores

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Oito candidatos concorrem no Estado, que tem o maior índice de violência do País: 64 homicídios por cada 100 mil habitantes

Agência Brasil

O futuro governador de Alagoas terá pela frente o desafio de administrar o estado com o maior índice de violência do País, com 64 homicídios para cada 100 mil habitantes, enquanto a média nacional é de 29 por 100 mil habitantes, segundo dados do Mapa da Violência. O futuro governador terá de encarar o pior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do País, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Eleições 2014: 171 candidatos a governador disputam a preferência do brasileiro

PSB
Ao lado de Eduardo Campos, Benedito de Lira (E) lança sua candidatura ao Governo de Alagoas em Maceió (19/7)

Com 102 municípios e uma população estimada em mais de 3,3 milhões, o eleitorado apto a votar este ano soma 1.995.727, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A base da economia está na agropecuária, que tem como principais produtos a cana-de-açúcar e o coco-da-baía. O folclore é um dos mais ricos do país.

Na corrida pelo governo estadual, o policial militar Adroaldo Freitas Goulart Filho, o coronel Goulart, de 58 anos, é o candidato pelo PEN. Ele tem como companheiro de chapa o capitão Bulhões.

O senador Benedito de Lira, mais conhecido como Biu, é o candidato pelo PP. Com 72 anos, o senador, natural de Junqueiro (AL), já ocupou o cargo de deputado federal e, pela primeira vez, disputa o governo estadual, em uma coligação com nove partidos. Como companheiro de chapa, Biu tem Alexandre Toledo (PSB).

Nascido em Maceió, o servidor público federal e historiador Golbery Lessa, 47 anos, concorre pelo PCB. Como vice, está o professor universitário Fernando Medeiros.

O professor universitário Jeferson Piones também está na corrida pelo governo do Estado. Ele disputa o cargo pelo PRTB e tem como candidato a vice James.

Pelo PTC, disputa o governo alagoano o advogado Joathas Albuquerque, de 50 anos, junto com a servidora pública federal Marineide Messias, candidata a vice.

Representando o PMDB está o deputado federal Renan Filho, de 35 anos. Ele é filho do presidente do Senado, Renan Calheiros. Economista, foi prefeito do município alagoano de Murici por duas vezes, 2005 a 2008 e 2009 a 2010. Como candidato a vice está o engenheiro Luciano Barbosa.

O vereador Luciano Balbino tem 38 anos e é candidato do PTN. Natural de Satuba, Balbino tem o policial militar Pericles Cabral.

Pelo PSDB, Eduardo Tavares, de 59 anos, está na disputa. Integrante do Ministério Público e ex-secretário estadual de Defesa Social, Tavares tem Gilvan Barros em sua chapa. É natural de Traipu. Na semana passada, Tavares anunciou a desistência da candidatura. No entanto, sua candidatura ainda aparece registrada no sistema da Justiça Eleitoral.

Completando a lista de candidatos ao governo estadual está o representante do PSOL, o agrônomo Mário Agra, 58 anos. O candidato a vice-governador é Paulo Bob.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas