Governador Sandoval Cardoso é candidato à reeleição pela coligação A Mudança Que a Gente Vê, formada por 17 partidos

Agência Brasil

O Estado do Tocantins, o mais jovem do País, tem 996 mil eleitores aptos a votar nas eleições de outubro. Eles vão escolher um dos seis candidatos a governador da unidade federativa criada em 1988. A agropecuária é a principal atividade econômica, com destaque para o cultivo da soja e a pecuária bovina de corte. O Tocantins contribui com 0,4% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional – soma de todos os bens e serviços produzidos no país.

Eleições 2014: 171 candidatos a governador disputam a preferência do brasileiro

Sandoval Cardoso foi eleito governador indiretamente em maio
divulgação/ Assembleia Legislativa do Tocantins
Sandoval Cardoso foi eleito governador indiretamente em maio

O Estado tem uma população estimada em quase 1,5 milhão, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 50,23% do eleitorado do Tocantins são homens e 49,77%, mulheres. No total, 8% dos eleitores são analfabetos, 27% têm ensino fundamental incompleto e 7%, superior completo.

O governador Sandoval Cardoso, 37 anos, do Solidariedade, é candidato à reeleição pela coligação A Mudança Que a Gente Vê, formada por 17 partidos (PRB, PP, PDT, PTB, PSL, PSC, PR, PPS, DEM, PRTB, PHS, PTC, PSB, PRP, PSDB, PEN e SD). No dia 4 de maio, o então presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins foi eleito governador do Estado. A escolha indireta, feita pelos demais deputados da Casa, ocorreu por causa da renúncia do governador eleito Siqueira Campos e do vice, João Oliveira. Desde a renúncia, em abril, Cardoso ocupava o cargo interinamente.

O ex-governador Marcelo Miranda, 52 anos, do PMDB, concorre pela coligação A Experiência Faz a Mudança (PMDB, PT, PSD e PV). Em 2002, foi eleito governador e reeleito em 2006. Miranda teve o mandato de governador cassado em setembro de 2009 por abuso de poder político nas eleições de 2006. Em 2010, concorreu a senador, mas teve o registro negado pelo TSE.

O senador Ataídes Oliveira, 54 anos, é o candidato do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) pela coligação Reage Tocantins (PROS, PTN, PPL, PMN, PSDC, PCdoB, PTdoB). É a primeira vez que ele disputa o governo do Estado.

Sem coligação, o ex-vereador de Palmas Joaquim Rocha, 50 anos, concorre também pela primeira vez ao governo do Estado pelo PSOL. Em 2006, foi candidato a deputado federal pelo partido.

Carlos Potengy, bancário de 58 anos, do Partido Comunista Brasileiro (PCB), e Luís Cláudio, advogado de 51 anos, do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), disputam ainda pela primeira vez o pleito para o Executivo estadual, sem coligação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.