Foto aumenta suspeita de participação de Forças Armadas na morte de Zuzu Angel

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Coronel do Exército Freddie Perdigão, apontado como autor de torturas e assassinato, aparece perto de veículo acidentado

Agência Brasil

Uma fotografia do local do suposto acidente que resultou na morte da estilista Zuzu Angel, em abril de 1976, aumentou as suspeitas da Comissão Nacional da Verdade (CNV) sobre o envolvimento das Forças Armadas no caso.

50 anos do golpe: A ação militar que mergulhou o País em 21 anos de ditadura

Divulgação/ Comissão Nacional da Verdade
Acidente de carro com a estilista Zuzu Angel. Coronel do Exército Freddie Perdigão aparece ao fundo, encostado no poste

Ex-delegado do DOPS: Cláudio Guerra diz temer queima de arquivo

A foto, apresentada pelo ex-delegado do Departamento de Ordem Política e Social (Dops) do Espírito Santo Cláudio Guerra, mostra o coronel do Exército Freddie Perdigão ao fundo, perto do veículo acidentado. Apontado como autor de torturas e assassinato de pessoas durante o regime militar, Perdigão morreu na década de 90.

Mãe de Stuart Angel, integrante do Movimento Revolucionário 8 de Outubro (MR-8) que desapareceu em 1971, após ter feito críticas ao regime, Zuzu deu projeção internacional ao caso e passou a ser considerada “presença incômoda para o regime, que tinha todo interesse em seu desaparecimento”, disse o presidente da CNV, Pedro Dallari. Segundo ele, a foto deixa claro que houve algum tipo de participação das forças militares no acidente no Rio de Janeiro.

Comissão Nacional da Verdade deve confirmar 400 mortes ou execuções na ditadura

“A grande revelação [obtida durante os depoimentos feitos nesta semana] veio a partir do depoimento de Cláudio Guerra, que apresentou uma fotografia na qual o oficial das Forças Armadas Freddie Perdigão aparece junto ao veículo acidentado. Isso estabelece um vínculo muito forte entre as Forças Armadas, já que Perdigão era notório operador em casos de violação de direitos humanos, e a morte de Zuzu Angel”, disse Dallari. “Trata-se de uma foto nova. Ela não estava nos autos do inquérito, e é uma revelação e documento muito importante”, acrescentou.

Hoje: Dilma se emociona ao instalar comitê de combate à tortura

Luiz Murauskas
Montagem de fotos da Mostra Zuzu Angel em São Paulo (1/4)

Dallari lembra que as Forças Armadas sempre negaram relação com o acidente que resultou na morte de Zuzu. “Há muitas semelhanças entre essa foto e outras usadas pela perícia na época do acidente. Todas tinham o mesmo padrão. É por isso acreditamos que ela tenha sido feita pelos peritos. Nossas suspeitas de envolvimento dos militares no caso foram reforçadas depois que o Cláudio nos contou que, ainda na década de 80, foi procurado por Perdigão, preocupado com a foto tirada”, informou o presidente da CNV.

Também segundo Dallari, Perdigão teria confessado a Cláudio Guerra participação no planejamento e na simulação do acidente de Zuzu Angel. “As investigações certamente, confirmarão essa hipótese”, completou.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas