Contra prisões de ativistas, hackers invadem twitter de TV pública do governo

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Neste sábado, a Polícia Civil do Rio prendeu 19 suspeitos de participarem de atos violentos em protestos anti-Copa

Reprodução/Anonymous
Mensagens nas contas da EBC e da TV Brasil ficaram no ar por mais de uma hora

Os perfis da Empresa Brasil de Comunicação e da TV Brasil no Twitter foram invadidos neste sábado (12) por contas atribuídas ao coletivo hacker Anonymous Brasil. Foram postadas mensagens criticando a repressão aos protestos na Copa do Mundo e a prisão de 19 ativistas pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. “Liberdade já para todos os presos políticos. Protestar é um direito”, dizia uma delas.

Leia mais:
Polícia do Rio prende 19 suspeitos de atos violentos em protestos anti-Copa

As mensagens ficaram no ar por mais de uma hora e, após denúncia da EBC, foram removidas pelo Twitter. Tanto a EBC quanto à TV Brasil são vinculadas à Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.

Veja também:
Policial civil saca pistola e atira para o alto durante protesto contra a Copa
Vinte rojões são apreendidos em protesto contra a Copa na Tijuca
Tentam usar morte de cinegrafista para asfixiar protestos', diz Marcelo Freixo

Mandados de prisão

Neste sábado, foram cumpridos mandados de prisão temporária expedidos pela 27ª Vara Criminal do Rio de Janeiro na capital fluminense e em Porto Alegre. Na capital gaúcha, foi presa a ativista Elisa Quadros Sanzi, conhecida como Sininho. 

Segundo a polícia, computadores, laptops e material explosivo foram apreendidos durante a ação.

(As informações são da Agência Brasil)

Leia tudo sobre: HackersProtestoAnonymousSininhoTV Brasil

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas