TSE divulga estimativa de tempo de propaganda de candidatos à presidência

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Enquanto Dilma terá na campanha quase 12 min de exposição na TV, Aécio contará com 4m31s e Campos, com 1m49s

Agência Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou, nesta quinta-feira (10), a estimativa de tempo que os 11 candidatos à presidência da República terão no horário eleitoral no rádio e na televisão, que começa no dia 19 de agosto. Os números serão apresentados aos partidos em audiência pública na próxima quarta (16). Após as coligações tomarem conhecimento da minuta, o plano de divulgação definitivo será colocado em votação no plenário do tribunal.

Leia mais:
Até agora campanha presidencial já prevê gastos de R$ 568,4 milhões

Segundo os dados, a coligação Com A Força do Povo, da candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT), terá 11 minutos e 48 segundos. A coligação Muda Brasil, do candidato Aécio Neves (PSDB), ficou com 4 minutos e 31 segundos. Eduardo Campos (PSB), da Coligação Unidos pelo Brasil, terá 1 minuto e 49 segundos.

O restante do tempo no rádio e na TV ficou dividido entre o PSC, do Pastor Everaldo (1 minuto e 8 segundos); PV, de Eduardo Jorge (1 minuto e 1 segundo); PSOL, da candidata Luciana Genro (51 segundos); e Eymael, do PSDC (47 segundos). Os candidatos Levy Fidelix (PRTB), Zé Maria (PSTU), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) terão 45 segundos para expor suas ideias.

O bloco de 20 minutos que será destinado aos que disputam a presidência da República foi dividido de acordo com o número de partidos e coligações que registraram candidaturas ao cargo e a suas representações na Câmara dos Deputados.

Leia também:
Vexame do Brasil na Copa não deve alterar rumo da eleição, dizem analistas
Candidatos à Presidência pegam carona em derrota contra Alemanha

O TSE definirá a primeira ordem de exibição dos programas em sorteio no dia 5 de agosto. Nos programas seguintes, a ordem seguirá o critério de rodízio. Caso a disputa vá para segundo turno, o bloco de 20 minutos será dividido de forma igualitária entre as coligações.

Leia tudo sobre: tseeduardo camposaécio nevesdilma rousseff

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas