PMDB aprova aliança Dilma-Temer, mas voto ‘rebelde’ supera expectativa

Por Luciana Lima - iG Brasília | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

'Dilma leva os 5 minutos de TV, mas não leva a vontade de fazer campanha', diz uma das lideranças rebeldes do partido

Com 398 votos a favor e 275 votos contrários, o PMDB aprovou nesta terça-feira (10) o apoio à coligação com o PT para a reeleição da presidente Dilma Rousseff, com Michel Temer na vice. O resultado da votação, embora favorável à aliança, demonstra que o movimento rebelde tem força no partido e não é tão incipiente como se imaginava.

Antes da votação: PMDB rebelde reivindica direito de “trair” em votação sobre aliança 

Com PDT: Em convenção, Dilma recebe apoio do partido e rebate críticas à economia

“A Dilma leva os 5 minutos de TV do PMDB, mas não leva a vontade de fazer campanha na rua do partido’, diz o deputado Danilo Forte (PMDB-CE), uma das lideranças do movimento rebelde. Antes da votação, outros rebeldes do PMDB chegaram a protagonizar um bate-boca com o presidente nacional do partido, senador Valdir Raupp (RO). A divergência começou com a separação das urnas por Estados, mas depois Raupp teve de recuar. 

Divulgação Facebook PMDB
Em convenção, PMDB oficializa reedição da chapa Dilma-Temer

Cabral: “Ação local do PT em nada macula a nossa aliança com Dilma”

Também antes da votação, em seu discurso, Temer minimizou a dissidência interna da sigla. “Aqui no PMDB temos homens com H maiúsculo. Homens que são capazes de dizer o que realmente pensam. Não acredito em intrigas. Tenho certeza de que todos vão continuar me apoiando”, afirmou o vice-presidente.

Acompanhada dos ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Ricardo Berzoini (Relações Institucionais) e do presidente do PT, Rui Falcão, Dilma foi até o auditório onde acontece a convenção do PMDB para receber oficialmente o apoio do partido. Hoje, Dilma também recebeu o apoio do PDT

Leia tudo sobre: pmdbdilma roussefftemereleições 2014

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas