Padilha atrai adversários do PSDB e PMDB

Por Brasil Econômico - Gilberto Nascimento |

compartilhe

Tamanho do texto

Depois de receber a adesão do tucano William Dib, petista trouxe para suas fileiras ex-secretário-adjunto de Alckmin

Brasil Econômico

O pré-candidato do PT ao governo de São Paulo, o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha, tem conseguido atrair apoio de adversários para sua campanha. Depois de receber a adesão do atual deputado federal e ex-prefeito de São Bernardo do Campo William Dib, do PSDB (o parlamentar rompeu com o governador Geraldo Alckmin e decidiu apoiar o petista e o presidenciável Eduardo Campos, do PSB), Padilha trouxe para suas fileiras o ex-secretário-adjunto de Educação do governo tucano João Cardoso Palma Filho. Palma esteve na gestão de Alckmin até o final do ano passado. Era também vice-presidente do Conselho Estadual de Educação e deixou o governo após defender posições de interesse de sindicalistas.

Em uma votação na comissão paritária do conselho, Palma se colocou a favor do direito de profissionais da rede de ensino terem suas faltas justificadas ao participar de atividades sindicais. Assim, entrou em conflito com integrantes do governo. Agora, o ex-auxiliar de Alckmin tem marcado presença em grupos de trabalho da equipe de Padilha. No interior paulista, Padilha também tem conseguido apoio de prefeitos do PMDB – cujo candidato a governador é Paulo Skaf -, e até de alguns do PSDB, segundo sua assessoria. Na cidade de Adamantina, o vereador tucano Luiz Carlos Galvão enviou ofício ao prefeito Ivo Santos, do mesmo partido, alertando-o sobre “consequências desastrosas” caso ele recebesse o pré-candidato petista. Ainda assim, o prefeito recebeu Padilha. Hoje, na Assembleia Legislativa, o PP de Paulo Maluf anuncia o apoio ao petista.

Nova geração

Do total de 28 prefeitos do PP no estado de São Paulo, 16 têm menos de 50 anos. Para o PT, que recebe hoje a adesão dos pepistas, este é um sinal de que o partido não é mais malufista. O ex-governador paulista tem hoje 83 anos.

Integrante da equipe de Aécio critica governo de SP

O ex-deputado Fábio Feldmann, anunciado no dia 15 de maio como o responsável pela área de meio ambiente do programa de governo de Aécio Neves, causou surpresa ao criticar o governo tucano de São Paulo, em entrevista a ser publicada hoje no site da revista Brasileiros, por causa da crise no abastecimnto de água. “Os governos, especialmente o de São Paulo, negligenciaram a crise. Simplesmente não vai ter água, ponto, acabou”, diz Feldmann, secretário de Meio Ambiente de São Paulo no governo Mário Covas (de 1995 a 1998).

“Campanha da Sabesp parece uma loucura”, diz assessor

Fábio Feldmann se diz preocupadíssimo com a crise do sistema Cantareira. Ele também critica a forma como a administração Alckmin tem lidado com a extração do chamado volume morto do Cantareira, que elevou o índice do reservatório. “A campanha da Sabesp dizendo que aumentou o volume morto para 28% me parece uma loucura, sinaliza para a sociedade que estamos com a situação sob controle, quando não estamos.”

Frente pede elevação da tarifa de produto

O deputado Vanderlei Siraque (PT-SP) encaminhou ofício ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, pedindo a inclusão do bicarbonato de sódio na Lista de Exceção à Tarifa Externa Comum. Siraque, presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Competitividade do Setor Químico e Petroquímico, pede a elevação tarifária do produto de 10% - a atual alíquota -, para 35%. O bicarbonato de sódio é utilizado, entre outras coisas, para o tratamento de hemodiálise. O produto hoje do Brasil não consegue competir com os preços da Bélgica, Espanha e China. A fabricante Química Geral do Nordeste, do polo de Camaçari, na Bahia, ameaça encerrar as atividades.

"O refinanciamento das dívidas dos clubes sem contrapartidas vai fazer com que isso vire uma bola de neve de novo", Fernando Prass, goleiro do Palmeiras e representante do Bom Senso FC, em debate na Câmara sobre o Proforte

*Com Leonardo Fuhrmann

Leia tudo sobre: mosaico político

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas