Para presidente do PMDB, relação do STF com o Congresso deve melhorar

Por Marcel Frota - iG Brasília |

compartilhe

Tamanho do texto

Raupp critica postura de isolamento de Barbosa e diz que aposentadoria deve contribuir para aproximar os dois Poderes

O presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), disse acreditar que as relações entre o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal devem melhorar a partir da aposentadoria do ministro Joaquim Barbosa, atual presidente da Corte. Raupp argumenta em tom de crítica que Barbosa promoveu o distanciamento dos dois poderes em função de um isolamento.

Fora do STF: Barbosa cogita vida acadêmica ou se candidatar em 2018

Barbosa após saída: ‘Mensalão saiu da minha vida, espero que saia da de vocês’

Barbosa em plenário: 'Sinto-me honrado e agradeço a todos'

"Com o Congresso deve mudar a relação", disse Raupp. "O Joaquim se fechou numa clausura. Não visitava ninguém, não recebia. Claro que o Supremo deve ter independência, mas é importante haver harmonia entre os poderes", declarou o presidente do PMDB. Raupp disse que a decisão surpreendeu a todos, mas que trata-se de algo que diz respeito ao próprio Barbosa. "É uma prerrogativa dele, é muito pessoal (a decisão), acrescentou o senador.

Perguntado a respeito de uma possível empreitada política de Barbosa com a aposentadoria do STF, Raupp desconversou. "Só quem pode falar sobre isso é ele". O presidente do partido também se esquivou a respeito de um possível convite do PMDB para que Barbosa se filie ao partido. "Não pensamos sobre isso", afirmou Raupp, que disse também não ter opinião pessoal fechada a esse respeito. "Não tenho opinião", resumiu. "O domicílio eleitoral dele é o Rio de Janeiro, então cabe a seção do Rio encaminhar esse tipo de coisa", desconversou o líder peemedebista.

Leia tudo sobre: valdir raupppmdbbarbosa

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas