Com pressão do MTST, vereadores de SP prometem votar Plano Diretor antes da Copa

Por Natália Peixoto - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Movimento de moradia levou 2.500 pessoas para porta da Câmara Municipal para pedir votação do projeto até dia 11

O vereador Nabil Bonduki (PT), relator do Plano Diretor Estratégico (PDE), afirmou nesta quarta-feira (28) que irá estudar formas de trasformar a área da ocupação Copa do Povo, perto do Itaquerão, na zona Leste, em Zona Especial de Interesse Social (Zeis). As áreas são regiões destinadas à moradia popular. "O problema de habitação popular é um problema sério em São Paulo, o número de Zeis pode e deve aer ampliada e esse caso deve ser analisado até terça."

Por moradia popular: MTST protesta no centro de São Paulo

Plano Diretor Estratégico: Entenda o que pode mudar em São Paulo

Nabil disse também que irá trabalhar para votar o projeto entre os dias 9 e 11. Antes, irá realizar uma nova audiência pública, na próxima terça-feira. As cerca de 400 emendas apresentadas ao PDE serão publicadas a partir de amanhã.

Manifestantes pressionam por solução para a ocupação Copa do Povo na votação do Plano Diretor Estratégico da capital. Foto: Natália Peixoto / iG São PauloIntegrantes do MTST concentrados em frente à Câmara Municipal de São Paulo. Foto: Natália Peixoto / iG São PauloIntegrantes do MTST se concentram na Praça da República, no centro de São Paulo, nesta quarta-feira (28). Foto: Divulgação/MTSTIntegrantes do MTST se concentram na Praça da República, no centro de São Paulo, nesta quarta-feira (28). Foto: Divulgação/MTSTIntegrantes do MTST se concentram na Praça da República, no centro de São Paulo, nesta quarta-feira (28). Foto: Divulgação/MTSTIntegrantes do MTST se concentram na Praça da República, no centro de São Paulo, nesta quarta-feira (28). Foto: Divulgação/MTSTIntegrantes do MTST se concentram na Praça da República, no centro de São Paulo, nesta quarta-feira (28). Foto: Divulgação/MTSTIntegrantes do MTST se concentram na Praça da República, no centro de São Paulo, nesta quarta-feira (28). Foto: Divulgação/MTST

Ele se reuniu com uma comissão do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) após 2.500 militantes fecharem o viaduto Jacareí, em frente à Câmara Municipal na tarde desta quarta-feira. Entre as reivindicações do movimento estavam a emenda para transformar a Copa do Povo em Zeis, a data da segunda votação do PDE e uma criação de uma comissão para acompanhar as reintegrações de posse na capital.

Jussara Basso, coordenadora do MTST, disse que o movimento está satisfeito, mas que acompanhará as votações da próxima semana, podendo mobilizar novamente os militantes. "Houve uma sinalização que a ocupação Copa do Povo será transformada em Zeis", disse a jornalistas.

Aos 2.500 militantes que esperavam a reunião em frente à Câmara, o coordenador do MTST, Guilherme Boulos, disse que os PDE enfrenta dificuldades porque alguns vereadores não querem votar o projeto. "Nós deixamos bem claro que a abertura da Copa do Mundo vai ser em Itaquera. Se não houver votação até lá, vai ter gente sem ingresso queredo entrar", disse.

Leia tudo sobre: mtstcâmara municipaligsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas