Dilma defende otimismo e elogia Sarney ao inaugurar trecho de ferrovia

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

'Tem duas formas de a gente lidar com a realidade. Tem uma que é aquela do não vai dar certo', criticou presidente

Reuters

A presidente Dilma Rousseff voltou a criticar nesta quinta-feira (22) posturas pessimistas sobre a realidade brasileira e aproveitou para elogiar o senador José Sarney (PMDB-AP), aliado do governo, ao inaugurar um trecho da ferrovia Norte-Sul, em Anápolis, Goiás.

Pesquisa Ibope: Dilma tem 40%, Aécio, 20%, e Campos, 11%

Sarney: Políticos apostam em derrota de peemedebista no Amapá e Maranhão 

"Tem duas formas de a gente lidar com a realidade. Tem uma que é aquela do 'não vai dar certo'... que é uma atitude que a gente pode chamar de tranca roda", disse Dilma durante a cerimônia de inauguração do trecho da Norte-Sul entre Anápolis e Palmas (TO), cuja construção levou mais de duas décadas para ser concluída.

Roberto Stuckert Filho/PR
Dilma inaugura Ferrovia Norte-Sul, trecho Anápolis-Palmas


"Hoje é a vitória da postura de que é possível fazer", disse Dilma em contraponto, afirmando que o seu governo seria um com vontade política o bastante para enfrentar dificuldades.

Na noite de quarta, ao discursar em um encontro com empresários da construção civil, Dilma havia afirmado que não seria "possível nos impregnar de pessimismo". Para ela, "na teoria do copo meio cheio ou meio vazio, é muito importante que não prevaleça a visão do copo meio vazio."

Concebido há 27 anos, no governo do presidente José Sarney, o projeto da ferrovia Norte-Sul foi desde início marcado por escândalos de corrupção. O primeiro escândalo foi a denúncia de fraude feita pelo jornal Folha de S.Paulo em torno da concorrência para a construção de 18 lotes em 1987, quando o jornal publicou disfarçadamente os vencedores dias antes da abertura dos envelopes.

"Quero fazer justiça a um presidente da República do nosso país, o autal senador José Sarney, porque a concepção da ferrovia norte-sul foi feita, de fato, há 27 anos", disse Dilma. "O que mais me orgulha é a conclusão da ferrovia Norte-Sul na sua concepção original."

Leia tudo sobre: dilmaferroviasarney

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas