'Enganem-me que eu gosto', diz ministro sobre campanha antecipada

Por Wilson Lima - iG Brasília |

compartilhe

Tamanho do texto

Presidente do Tribunal Superior Eleitoral defende maior rigor nas punições a candidatos por fazerem campanha antecipada

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Marco Aurélio Mello, criticou a visibilidade antecipada dos pré-candidatos às eleições deste ano e admitiu que eles já estão em plena campanha eleitoral. “Enganem-me que eu gosto!”, afirmou o ministro a jornalistas nesta sexta-feira (9), sem citar nomes de candidatos.

Leia também: Número de eleitores chega a 141 milhões, segundo Justiça Eleitoral

Nelson Jr./ASICS/TSE – 09.05.2013
O presidente do TSE, ministro Marco Aurélio Mello

Questionado sobre as articulações políticas e a pré-campanha de pré-candidatos como a presidente Dilma Rousseff (PT), Eduardo Campos (PSB) e Aécio Neves (PSDB), Mello disse que,  "acima do aspecto formal", o que deve prevalecer é a realidade."É uma visão míope, porque o que importa é o conteúdo como um todo”, disse o ministro.
“O que importa é o que é versado por antecipação. Nós estamos no tempo da hipocrisia”, ressaltou o ministro.

Eleições: Multas baixas e brechas na lei compensam propaganda eleitoral antecipada

Apesar de defender maior rigor contra campanha antes do tempo permitido, ele é voto vencido no TSE relacionado à interpretação da Lei Geral das Eleições. Pela lei, candidatos a cargos eletivos somente poderiam fazer campanha após as convenções, marcadas para junho. Mas uma brecha na interpretação dessa lei permite a exposição de pré-candidatos, contanto que eles não peçam votos oficialmente.

Mas, para o ministro, mesmo quando o TSE aplica a multa contra candidatos por propaganda antecipada, elas não ajudam a coibir esse tipo de ilícito eleitoral. “Quando se aplica a sanção de multa, se aplica no patamar mínimo. Há uma timidez muito grande de se legitimar a aplicação da norma e vale a pena pagar pelo descumprimento da lei”, analisou o ministro.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas