PF pede desculpas por postagem no Twitter que lamentava ausência de Philippe Coutinho e página da Prefeitura de Curitiba no Facebook brinca com ilustres da cidade

A convocação da seleção brasileira nesta quarta-feira (7) também rendeu gafe e brincadeiras na página de órgãos oficiais nas redes sociais, como a Polícia Federal e a Prefeitura de Curitiba. Este último, por exemplo, fez barulho no Facebook ao escalar sua própria equipe pouco antes do anúncio de Felipão. Foram convocadas personalidades da cidade como o escritor Dalton Trevisan, o poeta Paulo Leminski e Inri Cristo.


Mas os internautas cobraram a presença do Oil Man, conhecido das ruas da cidade, mas deixado de lado na convocação. Em resposta, a equipe de mídias sociais da prefeitura explicou que não podia convoca-lo por ser muito escorregadio. Oil Man é um personagem urbano de Curitiba criado por um professor, conhecido por andar de bicicleta vestido de sunga e coberto de óleo no corpo.

No caso da Polícia Federal, que no Twitter lamentou a ausência do meio-campo Philippe Coutinho, foi emitida uma nota de esclarecimento. O post foi excluído minutos após sua publicação e dizia o seguinte: “Copa começou hoje. Boa convocação do Felipão, mas levaria o Philippe Coutinho pela bola que o garoto tá jogando lá Inglaterra".

A assessoria da Polícia Federal esclareceu que houve um equívoco na publicação do post. O servidor, por engano, publicou sua opinião pessoal no Twitter do órgão achando que estava postando o comentário em seu próprio perfil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.