Sob pressão, senador Gim Argello desiste de vaga no TCU

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Senador do PTB afirmou em nota que abre mão da vaga porque sua indicação virou ‘instrumento de disputa política’

O senador Gim Argello (PTB-DF) desistiu nesta quarta-feira (9) de sua candidatura à vaga de ministro do Tribunal de Contas da União (TCU). Argello enfrentava resistência da oposição, de servidores do tribunal e do próprio presidente do TCU, Augusto Nardes. Em nota, o senador diz que abre mão da vaga porque sua indicação virou “instrumento de disputa política em ano eleitoral”.

Agência Estado
Senador Gim Argello (PTB-DF)

Argello foi indicado pelos líderes da bancada governista para ocupar a vaga deixada com a aposentadoria de Valmir Campelo. Nesta terça-feira (8), os senadores rejeitaram um requerimento de urgência para que a indicação fosse votada diretamente no plenário, sem passar por sabatina pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Com a rejeição, Argello provavelmente seria questionado sobre os processos a que responde na Justiça sob acusação de corrupção, peculato, fraude em licitações, lavagem de dinheiro, entre outros.

Soma-se a isso o fato de a oposição ter proposto o nome do consultor do Senado Fernando Moutinho Ramalho Bittencourt para suceder Valmir Campelo no TCU. Moutinho é especializado na área de orçamento e, segundo o senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), trata-se de um candidato que reúne as condições para ser ministro do Tribunal de Contas da União, uma vez que tem reputação ilibada e conhecimento profundo da área.

Com Agência Senado

Leia tudo sobre: gim argellotcusenado

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas