‘Quem paga o pato é o PT’, diz Lula ao cobrar explicações de Vargas

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Lula disse esperar que o petista, alvo de denúncias por elo com doleiro preso, consiga 'convencer a sociedade'. 'Torço para não ter nada além da viagem', afirmou sobre empréstimo de avião

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou nesta terça-feira (8) em conversa com blogueiros as acusações envolvendo o vice-presidente da Câmara, deputado André Vargas (PT-PR). Lula disse esperar que o petista consiga “convencer a sociedade” e provar que a sua ligação com o doleiro Alberto Youssef, preso na Operação Lava Jato da Polícia Federal, não vai além do avião cedido para uma viagem a João Pessoa. “Espero e torço por isso no final. Porque no final quem paga o pato é o PT. Torço para não ter nada além da viagem, o que já é um erro”, disse o ex-presidente.

A blogueiros: Lula diz que não se arrepende de ter nomeado Barbosa para o STF

Blog do Kennedy: Para Planalto e PT, André Vargas deve renunciar

Oposição pede que Conselho de Ética abra processo contra André Vargas

Alvo de denúncias e pedidos de investigação sobre sua ligação com o doleiro preso, Vargas pediu ontem licença da Casa pelo prazo de 60 dias para tratamento de assuntos de interesse particular. Nesse período, ele ficará afastado tanto do cargo de deputado quanto do de vice-presidente da Câmara.

Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Lula conversa com blogueiros em encontro que durou cerca de três horas

Reportagem da Folha de S.Paulo publicada na semana passada, diz que Vargas usou um avião contratado por Youssef para uma viagem a João Pessoa. Segundo o jornal, o empréstimo da aeronave foi discutido entre os dois por mensagem de texto no início de janeiro. Neste fim de semana, a revista "Veja" trouxe reportagem com troca de mensagens entre os dois e há suspeitas de que atuavam juntos para fechar um contrato com o Ministério da Saúde. Ao se explicar por meio de nota, o parlamentar disse que é amigo de Youssef, mas negou envolvimento com irregularidades.

Youssef está preso desde o dia 17 pela Operação Lava Jato, deflagrada pela Polícia Federal em seis Estados e no Distrito Federal. Mais de 20 pessoas foram presas suspeitas de participar do esquema de lavagem de dinheiro que, segundo o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), movimentou mais de R$ 10 bilhões. Um dos presos foi o ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa.

Com informações da Agência Câmara e Agência Brasil

Leia tudo sobre: lulavargasptalberto youssef

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas