Oposição no Senado diz que conseguiu as assinaturas para criar CPI da Petrobras

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Objetivo da comissão é investigar negócios sob suspeita da estatal. Senador petista escalado para tentar impedir a CPI disse que governo trabalhará pela retirada dos apoios

O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) afirmou em plenário na noite desta quarta-feira (26), que a oposição obteve as 27 assinaturas necessárias para a criação de uma CPI para a investigação de denúncias envolvendo a Petrobras. O requerimento já conta com as assinaturas de 25 senadores e, segundo ele, as duas restantes seriam juntadas em seguida.

O senador ressaltou que, caso a Câmara também consiga o número necessário (171 deputados), os trabalhos ocorrerão em conjunto.

Petrobras: TCU deve concluir em abril análise da compra de refinaria nos EUA

Leia mais: Petrobras destitui diretor ligado à compra de refinaria nos EUA

Segundo Alvaro Dias, as investigações serão focadas em quatro temas: o processo de aquisição da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos; indícios de pagamento de propina a funcionários da estatal pela companhia holandesa SBM Offshore para obtenção de contratos junto à Petrobras; denúncias de que plataformas estariam sendo lançadas ao mar sem componentes primordiais à segurança do equipamento e dos trabalhadores; e indícios de superfaturamento na construção de refinarias.

“A CPI pode, em regime de urgência, determinar a quebra de sigilos bancário, fiscal ou telefônico, e requerer documentos e auditorias. Compartilhando as informações com o Ministério Público, a Polícia Federal, possibilitando abrangência maior, profundidade e, sobretudo, eficiência na investigação”, afirmou Dias.

O senador Humberto Costa (PT-PE), escalado pelo governo para tentar impedir a CPI, disse que o governo trabalhará pela retirada das assinaturas. De acordo com o Regimento Interno do Senado, os senadores têm até a meia noite do dia da leitura do requerimento no plenário para retirar o apoio.

Com Agência Senado

Leia tudo sobre: cpi da petrobraspetrobras

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas