Condenado pelo STF, Asdrúbal Bentes renuncia ao mandato na Câmara

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Deputado foi condenado no STF por oferecer cirurgias em troca de votos quando se candidatou à Prefeitura de Marabá

O deputado Asdrúbal Bentes (PMDB-PA) entregou na tarde desta quarta-feira (26) ao presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), a carta em que renuncia ao mandato parlamentar. O documento foi lido no plenário da Casa e agora será publicado no Diário Oficial. Bentes foi condeando no Supremo Tribunal Federal a três anos de prisão por ter oferecido cirurgias de laqueadura a eleitoras em troca de votos, em 2004. À época, ele era candidato a prefeito de Marabá, no Pará

Alan Sampaio / iG Brasília
Deputado Asdrúbal Bentes mostra a carta de renúncia ao mandato - 26/03/2014

Bentes voltou a negar a acusação e disse que tomou a decisão, que considera "a melhor saída, após conversar com a família e com a direção nacional do partido. A carta deve ser lida ainda hoje no plenário da Casa. Com isso, oficializa-se a renúncia e o suplente, Luiz Otávio (PMDB-PA), será chamado para assumir a vaga.

O parlamentar paraense justificou a renúncia dizendo que queria evitar constrangimentos à Câmara e aos parlamentares. De acordo com Bentes, poderia haver pressão da mídia. “Isso, certamente causaria constrangimento aos meus colegas ao participar das votações”.

Asdrúbal Bentes informou também que pedirá para cumprir a pena a que foi condenado em Marabá, no Pará, e não no Distrito Federal. Ele justificou o pedido dizendo que tem domicílio eleitoral e escritório de advocacia na cidade e que pretende voltar a exercer esta atividade profissional.

Segundo as denúncias, ele havia oferecido, em 2004, 13 cirurgias de laqueadura de trompas a eleitoras de Marabá (PA), em troca de votos, quando disputou a eleição para prefeito do município.

Com Agência Brasil

Leia tudo sobre: Asdrúbal BenteslaqueaduraSTF

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas