TSE manda tirar do ar página sobre Aécio Neves em rede social

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Para ministro do tribunal, o conteúdo publicado é propaganda eleitoral antecipada, que só é permitida a partir de 6 de julho

Agência Brasil

O ministro Humberto Martins, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou que o Facebook retire do ar uma página da rede social favorável ao senador Aécio Neves (PSDB-MG). Para o ministro, o conteúdo publicado é propaganda eleitoral antecipada. De acordo com a Lei Eleitoral, a propaganda de candidatos às eleições de outubro só pode ser feita a partir do dia 6 de julho. A página não é a oficial do pré-candidato.

Leia mais: Território livre, redes sociais podem projetar ou enterrar candidaturas

O pedido para retirar a pagina do ar foi feito pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), sob a alegação de que a página “enaltece, em período vedado pela legislação eleitoral, a pessoa e imagem” do senador.

Reprodução
TSE manda Facebook tirar do ar página de apoio ao pré-candidato tucano


Ao concordar com os argumentos apresentados pelo MPE, o ministro concedeu liminar para determinar que o Facebook retire imediatamente conteúdo do ar. “No caso específico dos autos, é possível vislumbrar, a partir da documentação anexada, a postagem de imagens e mensagens em perfil público hospedado pelo Facebook que dão conta da futura candidatura do segundo representado [Aécio] ao cargo de presidente da República, em período anterior ao permitido”, afirmou o ministro.

Leia tudo sobre: aécio nevesredes sociaisfacebook

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas