Avaliação positiva cai, mas Dilma aumenta vantagem para eleição, aponta pesquisa

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Mesmo com queda na avaliação do governo e pessoal, presidente segue com grande vantagem na disputa eleitoral, segundo pesquisa da Confederação Nacional do Transporte.

A presidente Dilma Rousseff manteve a liderança na corrida presidencial de 2014 e seria reeleita ainda no primeiro turno, indicou a pesquisa do instituto MDA encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) e divulgada nesta terça-feira (18).

Pesquisa anterior: Dilma venceria eleições no primeiro turno com ou sem Marina, diz CNT

Reuters
Aprovação de Dilma caiu, mas presidente aumentou sua vantagem na corrida eleitoral, segundo pesquisa

Segundo a pesquisa a presidente tem 43,7% das intenções de voto, contra 17% do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e 9,9% do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). No fim do ano passado, a pesquisa apontava para Dilma com 43,5%, Aécio com 19,3% e Campos com 9,5%.

Essa foi a segunda pesquisa realizada pelo instituto desde que Campos anunciou aliança com Marina Silva, que se filiou ao PSB após ter o registro de seu partido, o Rede Sustentabilidade, negado pela Justiça Eleitoral.

No cenário em que Marina aparece como candidata do PSB, Dilma tem 40,7% das intenções de voto, contra 20,6% de Marina e 15,1% de Aécio. Nos dois cenários, Dilma ganharia ainda no primeiro turno.

A pesquisa da CNT também mostra que Dilma tem 21,3% da intenção espontânea de voto. Em seguida, aparecem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (5,6%), o senador Aécio Neves (5,6%), Marina Silva (3,5%) e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (1,6%). Na pesquisa espontânea, não são apresentados nomes de possíveis candidatos.

Avaliação do governo

A pesquisa realizada pelo instituto MDA encomendada pela CNT também mostra que a avaliação do governo Dilma caiu em neste ano. A avaliação positiva do governo passou para 36,4 %, ante 39% em novembro de 2013. A avaliação negativa passou para 24,8%, ante 22,7%.

O desempenho pessoal da presidente foi avaliado como positivo por 55% dos entrevistados. O dado mostra queda em comparação à última pesquisa quando o percentual foi de 58,8%. O índice de desaprovação do desempenho pessoal de Dilma é 41%.

Foram entrevistadas 2.002 pessoas entre os dias 9 e 14 de fevereiro, em 137 municípios de 24 unidades da Federação. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Leia tudo sobre: dilma rousseffpesquisa cnteleiçõescopa do mundo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas