Foram 467 votos favoráveis e uma abstenção. Deputado, que está preso no Complexo da Papuda, foi à Câmara sob escolta, mas não se defendeu em plenário

O deputado Natan Donadon (sem partido-RO) teve o mandato cassado na noite desta quarta-feira (12) em primeira votação aberta na Câmara Federal de um processo de cassação. Foram 467 votos a favor e uma abstenção, de um total de 468 parlamentares presentes.

Veja como votaram os deputados na cassação de Donadon

Poder Online: "Voto aberto é para me massacrar", diz Donadon

Esta é a segunda vez que Donadon passa pelo processo de cassação do mandato. Em agosto do ano passado, em votação secreta, ficou decidido que ele manteria o status parlamentar. Na época, 233 deputados votaram a favor da cassação e 131, contra.

Donadon acompanha na Câmara a votação em plenário de cassação de seu mandato
Alan Sampaio / iG Brasília
Donadon acompanha na Câmara a votação em plenário de cassação de seu mandato


Donadon, que está preso no Complexo da Papuda, foi à Câmara sob escolta para acompanhar a votação, mas não se defendeu em plenário. Ele cumpre pena desde junho 2013 após ser condenado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) a 13 anos de prisão por formação de quadrilha e desvio de R$ 8 milhões da Assembleia Legislativa de Rondônia.

A absolvição, em agosto do ano passado, gerou mal-estar no Parlamento e solicitações de que casos desse tipo fossem decididos por voto aberto. No mesmo dia, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), anunciou que não haveria mais votação secreta para decidir sobre o mandato de parlamentares condenados.

No fim do ano passado, a Câmara abriu nova representação contra Natan Donadon. Em dezembro, a Comissão de Constituição e Justiça aprovou a recomendação para a cassação do mandato do parlamentar por quebra de decoro.

Com Agências Câmara e Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.