Em vídeo, Ciro Gomes irrita-se com manifestante que tentava filmá-lo

Por Luciana Lima - iG Brasília |

compartilhe

Tamanho do texto

Assessoria do ex-ministro alega tentativa de agressão por parte de manifestantes que queriam filmar o secretário

Ex-ministro da Integração Nacional e atual secretário de Saúde do Ceará, Ciro Gomes (PROS) aparece em vídeo irritado com um homem que insistia em filmá-lo, durante a inauguração de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no bairro Jangurussu, em Fortaleza. A inauguração ocorreu na última sexta-feira (7).

O manifestante que tentava fazer as imagens é o estudante universitário Felipe Feijó, 24 anos. Ele não chegou a ser detido pela polícia, mas diz ter acompanhado na delegacia dois outros manifestantes presos devido à confusão ocorrida no local. Eles foram ouvidos pelos policiais que estavam de plantão na delegacia e foram liberados. “Na delegacia, eu mostrei o vídeo para a delegada de plantão”, disse Feijó ao iG. Ele se disse indignado com a reação de Ciro. “É uma coisa repudiável. Aqui é ditadura pura”, reclamou.

A assessoria da Polícia Civil do Ceará confirmou as detenções. A assessoria de Ciro Gomes informou que não houve agressão por parte do secretário aos manifestantes. De acordo com a assessoria de Ciro, o grupo de manifestantes iniciou ataques verbais ao secretário desde o momento em que o secretário chegou ao local, que, ao perceber que um dos manifestantes estava filmando, teria pedido para que ele saísse do local. No início do vídeo, o manifestante já se referia a Ciro Gomes como “mais um integrante da corja”.

Leia tudo sobre: ciro gomesagressão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas