José Genoino deixa hospital após ser internado em UTI

Por Nivaldo Souza - iG Brasília | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ex-deputado passou por exames no Instituto de Cardiologia de Brasília, depois de sentir forte dores no peito

O ex-presidente do PT e ex-deputado federal José Genoino deixou o Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (IC-DF), em Brasília, onde foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no início da tarde deste domingo com fortes dores no peito neste domingo (2).

Cumprindo pena em prisão domiciliar na casa de uma das filhas na capital federal, Genoino foi internado após passar mal durante a madrugada e a manhã de hoje. O IC-DF não divulgou detalhes do procedimento de avaliação cardiovascular, mas liberou o ex-deputado.

Futura Press
O ex presidente do PT José Genoino foi liberado pelo hospital depois de exames

Em julho, Genoino passou por cirurgia de correção de dissecção da aorta no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. A intervenção foi realizada pouco antes de ser preso por envolvimento no esquema do mensalão. Desde então, ele vem sendo medicado para controlar a densidade do sangue e evitar coagulação sanguínea.

O ex-presidente do PT foi condenado a 6 anos e 11 meses em regime semiaberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que também obrigou o pagamento de uma multa de R$ 667,5 mil por corrupção ativa e formação de quadrilha.

Em dezembro, Genoino foi recolhido ao Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. Mas, após a constatação de problemas de saúde, cumpre prisão domiciliar de 90 dias, enquanto o STF avalia se concederá o benefício de cumprir o resto da pena em casa.

O ex-presidente do PT e ex-deputado federal José Genoino deixou o Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (IC-DF), em Brasília, onde foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no início da tarde deste domingo com fortes dores no peito neste domingo (3).

Cumprindo pena em prisão domiciliar na casa de uma das filhas na capital federal, Genoino foi internado após passar mal durante a madrugada e a manhã de hoje. O IC-DF não divulgou detalhes do procedimento de avaliação cardiovascular, mas liberou o ex-deputado.

Em julho, Genoino passou por cirurgia de correção de dissecção da aorta no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. A intervenção foi realizada pouco antes de ser preso por envolvimento no esquema do mensalão. Desde então, ele vem sendo medicado para controlar a densidade do sangue e evitar coagulação sanguínea.

O ex-presidente do PT foi condenado a 6 anos e 11 meses em regime semiaberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que também obrigou o pagamento de uma multa de R$ 667,5 mil por corrupção ativa e formação de quadrilha.

Em dezembro, Genoino foi recolhido ao Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. Mas, após a constatação de problemas de saúde, cumpre prisão domiciliar de 90 dias, enquanto o STF avalia se concederá o benefício de cumprir o resto da pena em casa.

Leia tudo sobre: MensalãoGenoinosaúdehospital

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas