Justiça Eleitoral cassa tempo de TV do PMDB em São Paulo

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Decisão diz que sigla abusou ao promover pessoalmente Baleia Rossi e Vanessa Damo em 2010 e tirou direito de propaganda no primeiro semestre de 2014

Agência Brasil

A Justiça Eleitoral em São Paulo cassou ontem (29) o direito do PMDB de exibir propaganda partidária no primeiro semestre de 2014 na televisão. O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) condenou o partido por usar indevidamente o tempo de TV do partido em 2010, ao promover pessoalmente os então candidatos à deputado Baleia Rossi e Vanessa Damo, os dois foram eleitos.

Conheça a home do Último Segundo

Segundo a Procuradoria Regional Eleitoral no Estado de São Paulo (PRE-SP), autora da representação, “a propaganda realizava a promoção pessoal desses filiados, exaltando suas características pessoais. Os filiados utilizaram em demasia discursos em primeira pessoa, a propaganda dava ênfase aos seus nomes, e atribuíram caráter pessoal a todas as realizações narradas”.

A decisão prejudica principalmente Paulo Skaf, pré-candidato do partido ao governo de São Paulo, e o próprio Baleia Rossi, líder da sigla na Assembleia Legislativa, e pré-candidato à reeleição.

Leia tudo sobre: pmdbtempo de tvskaf

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas