Haddad contraria PT e escolhe João Antonio para o Tribunal de Contas

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

PT lançou Arselino Tatto para a vaga de conselheiro, na semana passada. Prefeito citou que não seria correto Tatto auditar contratos do irmão secretário dos Transportes

Agência Estado

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), contrariou decisão do PT tomada na semana passada e indicou o secretário municipal de Relações Governamentais, João Antônio, de 53 anos, para disputar a vaga de conselheiro aberta no Tribunal de Contas do Município (TCM) com a aposentadoria do conselheiro Eurípedes Sales.

Conheça a home do Último Segundo

Na semana passada, o diretório do PT havia lançado a candidatura de Arselino Tatto (PT) - que tinha apoio de 23 dos 55 vereadores. Tatto não escondeu a insatisfação. "Se não tenho o apoio amplo, fazer o que, né? Mas o jeito agora é tocar a bola pra frente", disse o vereador.

Haddad usou argumentos técnicos para defender a candidatura de Antônio, advogado e mestre em Filosofia do Direito pela PUC-SP. Na avaliação de Haddad, não seria correto Tatto permanecer em um cargo em que uma das funções seria auditar os contratos feitos pelo irmão, Jilmar Tatto, secretário de Transportes. Antônio vai enfrentar Roberto Tripoli (PV), candidato que tem uma lista de apoio com a assinatura de 34 dos 55 parlamentares.

Leia tudo sobre: fernando haddadarselino tattotcm

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas