Movimentos sociais são imprescindíveis para democracia, diz Dilma

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Em São Paulo, presidente ressaltou a importância do diálogo do governo para elaboração de políticas públicas

A presidente Dilma Rousseff ressaltou, nesta quinta-feira (19), a importância dos movimentos sociais na elaboração de políticas sociais do governo. "Os movimentos sociais são imprescindíveis para a democracia", declarou Dilma. "O governo precisa do diálogo para fazer melhor."

Conheça a home do Último Segundo

Gabriela Bilo/Futura Press
Manifestantes pedem asilo a Edward Snowden durante evento com Dilma em São Paulo

Dilma falou durante a celebração de Natal dos catadores e população de rua, em São Paulo (SP). Junto à presidente, uma comitiva de ministros e deputados federais. Gilberto Carvalho (Secretaria-geral da Presidência) e Maria do Rosário (Direitos Humanos) foram recebidos com aplausos pelo público, enquanto Alexandre Padilha, pré-candidato ao governo de São Paulo, e presente para assinar uma série de convênios do ministério da Saúde com catadores, subiu ao palco sem alarde.

Leia também: Reforma ministerial será concluída até o carnaval, diz Dilma

Paulo Maluf (PP) foi fortemente vaiado quando subiu ao placo e no momento que cumprimentou a presidente. O prefeito Fernando Haddad também foi mal recebido pelo público, que cantou palavras de ordem e levou cartazes de protesto contra as políticas de resíduos sólidos da Presidência e de cidades paulistas. Presença esperada, o ex-presidente Lula não compareceu, mas foi lembrado por Dilma como o criador da tradição da comemoração de Natal com os catadores.

Ao longo de seu discurso, Dilma foi alvo de um protesto silencioso, quando cerca de dez manifestantes vestidos com blusas da juventude do PSOL, levados pela ONG Avaaz, se levantaram usando máscaras com o rosto do ex-funcionário da agência de inteligência norte-americana (NSA) Edward Snowden, segurado cartazes pedindo para que o Planaldo dê asilo ao norte-americano atualmente abrigado pelo governo russo.

Mais: Dilma Rousseff convoca ministros para avaliar caso Snowden

Cidadania

Dilma ressaltou as políticas de seu governo pró-inclusão social, como programas para população de rua e eliminação da miséria. "Esse País abandonou a tradição discriminatória de hierarquizar seus cidadãos", falou a presidenta no palanque. "Quero reafirmar o repúdio do governo federal a toda forma de violência ao ser humano, e essa violência é mais grave ainda contra quem já está na rua em uma situação de vulnerabilidade."

O evento foi realizado junto à Expocatadores, com a entrega do prêmio Cidade Pró-Catador para prefeitos, entregue por Dilma.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas