Aprovação do governo Dilma cresce para 43%, indica CNI/Ibope

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Desde julho, avaliação como ótimo ou bom subiu 12 pontos percentuais, enquanto reprovação segue em queda

Subiu de 37% para 43% a avaliação como ótimo ou bom o desempenho do governo da presidente Dilma Rousseff, de acordo com pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), encomendada ao Ibope e divulgada nesta sexta-feira (13). O levantamento anterior saiu em setembro.

Conheça a nova home do Último Segundo

Beto Nociti/Futura Press
Cresce avaliação positiva do governo Dilma

No mesmo período, a sondagem registrou uma queda de 39% para 35% dos entrevistados que consideram o governo regular. O porcentual dos que avaliam o governo como ruim ou péssimo oscilou dentro da margem de erro, de 22% para 20%.

Desde julho, a presidente cresceu 12 pontos porcentuais entre os entrevistados que consideram o governo ótimo ou bom. Na pesquisa anterior, Dilma também havia subido seis pontos percentuais em relação ao levantamento de julho, quando registrou 31% de avaliação positiva.

Maneira de governar

A aprovação da maneira de governar da presidente passou de 54% para 56%. A variação ocorre dentro da margem de erro em relação ao levantamento anterior, de setembro. 

O porcentual dos entrevistados que desaprovam a maneira de Dilma governar, entretanto, caiu no mesmo período, de 40% para 36%. O indicador vem caindo desde julho, quando ela tinha 49% de reprovação da maneira de governar, superando, na ocasião, aqueles que a aprovavam, que eram 45%. Isso ocorreu logo após o início dos protestos de rua país afora.

Foi a única vez que Dilma registrou uma reprovação superior à aprovação na maneira de governar desde que assumiu a Presidência, em 2011. A parcela da população que confia na presidente se manteve estável em 52%.

A pesquisa foi feita entre 23 de novembro e 2 de dezembro, com 15.414 pessoas com mais de 16 anos de idade, em 727 municípios. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Governadores

Entre governadores, o melhor desempenho é o de Omar Aziz, do Amazonas, com governo avaliado como ótimo ou bom por 74% dos entrevistados. Em seguida, a gestão Eduardo Campos, em Pernambuco, com 58%. Em São Paulo, a aprovação do governo Geraldo Alckmin é de 31%, a de Antônio Anastasia, em Minas Gerais, 49% e a de Sérgio Cabral, no Rio de Janeiro, é de 18%. Cabral teve a quarta pior avaliação do País, mas ainda assim, o desempenho foi melhor que o de julho, quando foi o pior avaliado

Leia tudo sobre: políticadilmaavaliaçãoibope

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas