Aécio e Campos minimizam pesquisa e dizem que maioria quer mudança

Por Ricardo Galhardo - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Para os dois presidenciáveis, o cenário da eleição só muda quando os candidatos tiverem maior visibilidade

Os presidenciáveis Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) minimizaram na noite desta segunda-feira (2) o resultado da pesquisa Datafolha, que coloca a presidente Dilma Rousseff na liderança de intenções de voto. Tanto para Aécio como para Campos, os números mostram que o País quer mudança.

Conheça a nova home do Último Segundo

Dilma chega a 47% e lidera intenção de votos para 2014, aponta Datafolha

“Quem deveria estar preocupada é a situação porque 66% dos entrevistados querem mudança no País”, disse o senador tucano ao participar de premiação da Editora Três, em São Paulo. Segundo o Datafolha, 66% dos entrevistados querem que o próximo presidente adote ações diferentes das de Dilma.

Para ele, o cenário só muda quanto os outros candidatos tiverem mais visibilidade.

O governador de Pernambuco também ressaltou o porcentual dos que pedem mudança. “‘As pessoas só vão começar a se ligar na eleição lá para agosto, setembro do ano que vem”, afirmou no mesmo evento. Segundo ele, muita gente nem sabe de sua aliança com a ex-senadora Marina Silva. Campos também não quis falar sobre palanques e afirmou que o foco agora é discutir o programa partidário.

Leia tudo sobre: aécio neveseduardo camposeleições 2014

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas