Ex-mulher e atual de Valério disputam fazenda

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Renilda teria retirado roupas e demais pertences da estudante de 21 anos da propriedade. Aline alega viver com o publicitário, preso no mensalão, há cerca de cinco meses

Agência Estado

A ex-mulher do empresário Marcos Valério Fernandes de Souza, Renilda Santiago, e a atual companheira dele, a estudante baiana Aline de Couto Chaves, de 21 anos, iniciaram uma disputa pela posse da Fazenda Santa Clara, em Caetanópolis, na região central de Minas, que se transformou em caso de polícia. Segundo a Polícia Militar, Renilda teria retirado as roupas e demais pertences da jovem da propriedade, localizada a cerca de 100 quilômetros de Belo Horizonte e que consta como atual residência de Valério, preso para cumprir a pena de 40 anos e quatro meses de prisão por envolvimento no esquema do mensalão.

Conheça a nova home do Último Segundo

Leia mais: Delúbio é absolvido em ação por peculato 

Ilegalidades marcam prisões do mensalão

Foi da Fazenda Santa Clara que Marcos Valério saiu no último dia 15 para se apresentar na sede da Polícia Federal na capital mineira. Conforme divulgou o jornal O Tempo, de Belo Horizonte, na manhã de sábado Renilda teria ido ao local reivindicar a posse da propriedade. Neste domingo, 24, o capitão Wener Pimenta, do 25º Batalhão da PM, confirmou que, apesar de Aline alegar que vive com Valério há cerca de cinco meses na fazenda, Renilda se apresentou como a responsável por gerenciar os bens da família enquanto o empresário está na prisão.

Valério teria relacionamento com Aline há aproximadamente um ano, mas não se divorciou de Renilda, que vive em uma confortável casa da família no bairro São Luiz, na região da Pampulha, em Belo Horizonte. A fazenda teria sido arrendada de Benito Porcaro Filho mesmo após a Justiça determinar o bloqueio de bens do empresário. "A Renilda apresentou a certidão de casamento com ele (Valério) e disse que não estão legalmente separados", contou o capitão Pimenta.

O oficial disse que a ocorrência registrada no sábado não detalha como os objetos de Aline foram retirados da fazenda, mas confirmou que ela aguardou na viatura enquanto Renilda tirava os pertences da jovem da casa e que os policiais que atenderam à ocorrência orientaram a estudante a procurar a Justiça. "Não houve nenhum tipo de agressão", observou o militar, que não soube informar o local para onde a jovem teria ido após ser expulsa da fazenda. Aline teria firmado um "contrato" com Valério e alegou que estava vivendo na propriedade a pedido do próprio namorado.

Atualmente, o empresário se encontra no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília (DF), por determinação do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa.

Leia tudo sobre: mensalãojulgamento do mensalão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas