José Genoino recebe alta do hospital em Brasília

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Petista seguiu para a casa de sua filha no DF, enquanto aguarda a decisão da Justiça sobre sua prisão domiciliar

Futura Press
O ex-presidente do PT José Genoino

O deputado federal José Genoino recebeu alta do Instituto de Cardiologia do Distrito Federal às 06h30 deste domingo. Segundo nota divulgada pela instituição, Genoíno apresentou melhoras nos níveis de pressão arterial e dos parâmetros de coagulação sanguínea. 

Conheça a nova home do Último Segundo

Leia tudo sobre o julgamento do mensalão

O deputado seguiu para a casa de sua filha em Brasília, enquanto aguarda a decisão definitiva da Justiça quanto ao cumprimento da sentença em prisão domiciliar.

No sábado, o deputado passou por exames feitos por feitos por uma junta médica do Hospital Universitário de Brasília (HUB) , que encaminhará um laudo ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa. Com base no parecer, o ministro vai decidir se Genoino volta para a Penitenciária da Papuda, em Brasília, ou se continua cumprindo a pena em prisão domiciliar

Logo depois da visita da junta médica, o suplente de Genoino, deputado Renato Simões (PT-SP) esteve no ICDF. Segundo ele, o deputado preso está confiante de que o parecer dos médicos do HUB vai contribuir para a concessão da prisão domiciliar e disse que ele demonstra mais “ânimo” no hospital por estar mais seguro de que suas condições de saúde estão sendo garantidas.

Leia também:

PT defende medidas contra Barbosa por 'abusos' nas prisões do mensalão

Barbosa autoriza prisão domiciliar ou hospitalar de Genoino até perícia médica

Renato Simões considera a atual situação de prisão de Genoino “irregular” e diz que na penitenciária ele não terá como receber o acompanhamento de saúde necessário. “O deputado José Genonino tem problemas cardíacos gravíssimos, ainda mais na situação de convalescença em que ele se encontra, depois da cirurgia. É necessário acompanhar de forma quase que permanente as suas condições sanguíneas para adequar, a cada mudança na densidade do sangue, a dieta e a dosagem de medicamentos. Isso é feito pela família de forma permanente e, quando necessário, com o deslocamento dele para uma unidade de saúde. Na prisão não há condição de fazer esse tipo de monitoramento e de [oferecer a] atenção de que ele necessita”, alegou o deputado suplente.

Avaliação da Câmara

José Genoino aguarda ainda a visita de uma junta médica da Câmara dos Deputados que também vai examinar as condições de saúde dele para a possível concessão de aposentadoria por invalidez, solicitada por Genoino em setembro. Segundo Renato Simões, “o exercício do mandato parlamentar é fonte de tensões permanentes que são incompatíveis com a manutenção do quadro de saúde estável” do deputado, o que justifica o pedido de aposentadoria.

Se a aposentadoria por invalidez não for concedida pela Câmara, Genoino vai passar ainda por um processo de cassação de mandato. Embora a decisão do STF – que o condenou no processo do mensalão, inclua a determinação de perda automática do mandato parlamentar, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), já avisou que vai instaurar processo normal de cassação, que inclui votação em plenário. Henrique Alves disse ainda que o processo para retirar o mandato de José Genoino só começará depois que o Senado aprovar a proposta de emenda à Constituição (PEC) que acaba com o voto secreto dos parlamentares nesses casos.

O Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF) informa que o paciente
José Genoino Neto, apresentou melhora dos níveis de pressão arterial e dos
parâmetros de coagulação sanguínea.
Nesta manhã (24/11), após nova avaliação médica, recebeu alta hospitalar e
deixou a instituição às 06h 30m.

Leia tudo sobre: genoínomensalãojulgamento do mensalãopolítica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas