Avião da PF deve fazer escala em Belo Horizonte para o embarque de outros sete réus; dois já estão em Brasília

Avião da PF que vai transportar os réus do mensalão para Brasília
Renan Tuffi/iG São Paulo
Avião da PF que vai transportar os réus do mensalão para Brasília

O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e o ex-presidente do PT e deputado licenciado José Genoino , presos desde sexta-feira (15) na sede da superintendência da Polícia Federal em São Paulo, na Lapa, zona oeste, deixaram as dependências da PF às 12h50 deste sábado (16) em direção ao Aeroporto de Congonhas, onde embarcam para Brasília. Eles estavam num Corola prata e foram escoltados por duas viaturas da Polícia Federal. Os dois chegaram por volta das 13h15 ao aeroporto e driblaram a imprensa. Às 14h15, eles embarcaram e às 14h26, a aeronave decolou.

Advogado de Dirceu:  'Transferência de condenados para Brasília é um show'

O avião da PF deve fazer escala em Belo Horizonte para o embarque de outros sete condenados, entre eles o publicitário Marcos Valério , apontado como operador do esquema do mensalão. Outros dois réus, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e o o ex-tesoureiro do PL (hoje PR) Jacinto Lamas , já estão em Brasília. O único réu com mandado expedido a não se entregar foi o ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato , que fugiu para a Itália

Único foragido: Ex-diretor do BB condenado no mensalão está na Itália

Leia mais: Dirceu, Genoino, Valério e outros réus do mensalão se entregam

Conheça a nova home do Último Segundo

Brasília: Delúbio Soares se entrega à sede da Polícia Federal

Uma vez em Brasília, os réus passam por exame de corpo de delito e ficarão sob custódia da PF. Em seguida, se apresentam ao juiz da Vara de Execução Penal, que estabelecerá a jurisdição do cumprimento da pena e o regime de cada um. Dirceu e Genoino devem cumprir pena no regime semiaberto; Valério, em regime fechado.

Veja momento em que os condenados deixaram sede da PF em SP:

Genoino e Dirceu se entregaram à sede da PF na sexta-feira (15), pouco após a expedição dos mandados de prisão contra 12 condenados no processo pelo relator da ação penal, Joaquim Barbosa. Ambos receberam um telefonema de apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Na sexta, Dirceu, condenado a 10 anos e 10 meses de prisão por envolvimento no mensalão, divulgou na sexta uma "carta aberta ao povo brasileiro", em que diz que é inocente e que foi condenado sem provas. Genoino também divulgou nota, reiterou ser inocente e disse considerar-se um "preso político".

Dirceu: Sou inocente e fui condenado sem provas

Presidente do PT: Prisões do mensalão 'ferem o princípio da ampla defesa'

Genoino: "Considero-me preso político"

Valério: Operador do mensalão se entrega na sede da PF em Minas Gerais

Diretor da PF acompanhará prisão de condenados no mensalão

Veja a lista dos réus que têm mandado de prisão:

- Regime fechado:

1. Henrique Pizzolato, ex-diretor de marketing do Banco do Brasil

2. Marcos Valério, operador do mensalão

3. Cristiano Paz, ex-sócio de Marcos Valério

4. Kátia Rabello, ex-presidente do Banco Rural

5. José Roberto Salgado, ex-executivo do Banco Rural

6. Ramon Hollerbach, ex-sócio de Marcos Valério

- Regime fechado, mas que inicialmente será semiaberto

7. José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil

8. Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT

9. Simone Vasconcelos, ex-funcionária de Valério

- Regime semiaberto:

10. Romeu Queiroz, ex-deputado (PTB)

11. Jacinto Lamas, ex-tesoureiro do PL (atual PR)

12. José Genoino, ex-presidente do PT

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.