STF jogou para a plateia, diz advogado do PT

Por Ricardo Galhardo - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ministros do Supremo Tribunal Federal decidiram pela prisão imediata dos condenados no processo do mensalão

ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA
Ministros do STF determinam primeiras prisões do mensalão

O Supremo Tribunal Federal jogou "para a platéia" e abriu um precedente perigoso ao ordenar a prisão imediata de 23 réus do processo do mensalão, disse o coordenador do setorial jurídico do PT, Marco Aurélio de Carvalho. O advogado petista sugeriu que Barbosa decidiu pensando na possibilidade de seguir carreira política

Conheça a nova home do Último Segundo

STF decide pela prisão imediata dos condenados no mensalão

Réus do mensalão tentam retomar vida normal

Decisão do Supremo livra deputados momentaneamente da prisão

"É um precedente perigoso pois contraria a regra de que o jogo só termina quando acaba", disse Carvalho. "O próprio ministro Joaquim barbosa disse no julgamento que o Supremo estava 'julgando para todo o país'", completou.

José Genoino pede aposentadoria à Câmara por invalidez

Licença médica de Genoino é renovada por mais quatro meses

Segundo Carvalho, a decisão de decretar a prisão imediata dos condenados foi política. O advogado do PT lembrou que Barbosa admitiu em entrevista a possibilidade de concorrer à presidência. "Ele tomou uma decisão claramente arbitrária, talvez para pavimentar seu caminho político", afirmou.

De acordo com Carvalho, a decisao do Supremo é uma "resposta à opinião pública" que ficou descontente cm a aceitação dos embargos infringentes.

Leia tudo sobre: mensalãojulgamento do mensalãojulgamento

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas