Fiscal suspeito de fraude trabalhou com secretário de Haddad, diz jornal

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Eduardo Horle Barcellos foi transferido para secretaria de Governo, de Antonio Donato, onde atuou por três meses

Um dos fiscais presos sob suspeita de participação no esquema de fraude ao ISS na prefeitura de São Paulo trabalhou por três meses na equipe do secretário de Governo de Fernando Haddad, Antonio Donato, segundo reportagem da Folha de S.Paulo desta terça-feira (12). O esquema pode ter gerado prejuízo de até R$ 500 milhões aos cofres públicos.

Conheça a nova home do Último Segundo

De acordo com o jornal, o auditor fiscal Eduardo Horle Barcellos foi transferido em janeiro da pasta de Finanças a pedido do próprio Donato, por meio do ofício 134/2013. Não houve publicação no Diário Oficial. Segundo a prefeitura, não havia exigência legal para transferência por não se tratar de cargo de confiança. No entanto, consultado pela Folha, o advogado de Barcellos afirma que ele estava à disposição de Donato como funcionário de confiança. A prefeitura nega.

Leia também:

Quadrilha do ISS é suspeita de cobrar para zerar dívidas de IPTU

Construtoras pagavam mesada para quadrilha do ISS em SP

MP investiga fraude com ISS em 652 prédios de luxo de São Paulo

Barcellos ficou na pasta até abril, quando voltou para a secretaria de Finanças. Segundo a prefeitura, não havia, na época, indícios que pudessem comprometê-lo.

Leia tudo sobre: igspisshaddaddonatobarcellosfraude

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas