Dilma vota em Brasília nas eleições internas do Partido dos Trabalhadores

Por Luciana Lima - iG Brasília | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Presidente teve que adiar viagem ao Peru por causa de encontro com José Mujica

A presidente Dilma Rousseff votou na tarde deste domingo (10) nas eleições internas do PT e se recusou a revelar seu voto. “Vocês são muito indiscretos”, disse aos jornalistas ao chegar a sede do partido, em Brasília, onde votou em trânsito, já que é filiada ao PT do Rio Grande do Sul.

Por conta de um encontro com o presidente do Uruguai, José Mujica, Dilma precisou adiar neste domingo a partida para a visita de Estado que fará ao Peru nesta semana. A viagem estava programada para ter início nesta noite foi transferida para esta segunda-feira, às 8h, de acordo com a assessoria do Palácio do Planalto.

Leia mais: 
Lula diz que população entendeu mal aumento do IPTU anunciado por Haddad

Amigos pessoais, Dilma receberá Mujica no Palácio da Alvorada para conversar sobre os temas que estão sendo discutidos no Grupo de Alto Nível, criado em 2012, para tratar de negócios de interesse comum dos dois países.Um dos pontos é a integração energética entre Brasil e Uruguai e a presença no Haiti.

Antes de votar, Dilma publicou em sua página no twitter que se orgulhava do partido e voltou a defender uma forma de participação popular para a reforma política. A presidente não usou a palavra plebiscito, mas disse que defende uma forma de ouvir a população sobre o assunto.

"A reforma política deve permitir à sociedade participar de forma efetiva dos destinos do país. Defendo uma reforma política decidida por consulta popular, ouvindo a população brasileira", disse a presidente no Twitter.

Leia tudo sobre: dilmaptmujica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas