Rede rejeita apoio a Alckmin em São Paulo

Por Ricardo Galhardo - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Apoio ao tucano é articulado por setores do PSB para garantir palanque forte a Campos; membro da Rede nega que rejeição seja motivo de discórdia entre as duas siglas

A Rede Sustentabilidade comunicou ao PSB que descarta a possibilidade de apoiar a reeleição do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). O apoio ao tucano é articulado por setores do PSB liderados pelo deputado Márcio França, que pretende ser o candidato a vice de Alckmin e garantir um palanque forte para a candidatura de Eduardo Campos (PSB) no maior colégio eleitoral do país, mesmo que seja compartilhado com o também tucano Aécio Neves.

Conheça a nova home do Último Segundo

Blog do Kennedy: ‘Se Campos não crescer, não haverá 2º turno’

Leia mais: PSB e Rede admitem ser adversários em alguns Estados

“A Rede não vai apoiar Alckmin”, disse Pedro Ivo, organizador da Comissão Nacional Provisória da Rede e responsável por negociar com o PSB o mapa de palanques para 2014. “Essa é uma posição da Rede”, completou.

Pedro França/Futura Press
Marina Silva e Eduardo Campos selam aliança para candidatura à Presidência em 2014

Segundo Pedro Ivo, a decisão de não subir no palanque de Alckmin foi comunicada formalmente ao PSB desde o início das negociações entre os dois partidos. “Não é motivo para discórdia, não”, afirmou.

Der acordo com ele, o acordo prevê a possibilidade de Rede e PSB marcharem em campos distintos nos estados onde não houver acordo. A Rede é contra a divisão de palanques estaduais com outros candidatos. Já o PSB prevê o apoio a candidatos do PSDB em até 13 estados.

Em São Paulo, a Rede pretende lançar a candidatura do deputado Walter Feldman ao Palácio dos Bandeirantes.

Gilberto Gil

Pedro Ivo disse desconhecer o suposto convite de Eduardo Campos ao ex-ministro da Cultura Gilberto Gil (PV) para concorrer ao governo do Rio. “É claro que o Gil seria um grande nome, mas ninguém conversou com ele ainda. O que existe é uma especulação ventilada no meio artístico”, disse ele.

Leia tudo sobre: redemarina silvaeduardo campospsbgeraldo alckmineleições 2014

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas