Presidente comentou relatório do TCU recomendando a paralisação de sete obras por indícios de irregularidades

Reuters

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira (8) que considera um "absurdo" e "extremamente perigoso" paralisar obras que estão em andamento no Brasil, porque não há ressarcimento em caso de erro dos órgãos fiscalizadores que determinam as paralisações.

Conheça a nova home do Último Segundo

TCU recomenda paralisação de obras do PAC

Dilma fez a declaração ao ser questionada, em entrevista a rádios do Rio Grande do Sul, sobre relatório do Tribunal de Contas da União recomendando a paralisação de sete obras com recursos públicos devido a indícios de irregularidades.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.