Luisa Mell se filia ao PMDB e vai à Câmara pedir ajuda contra testes de animais

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

A apresentadora, graças ao ‘querido Paulo Skaf’, se encontrou com o presidente da Casa, Henrique Alves

Reprodução/Instagram
Luisa Mell se encontra com presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves

Marina Zatz de Camargo, verdadeiro nome da apresentadora Luisa Mell, se filiou ao PMDB e pode concorrer nas eleições do próximo ano. A filiação aconteceu em 24 de setembro, segundo ficha do TSE, três semanas antes da invasão do laboratório Instituto Royal, em São Roque. Na ocasião, ela e outros ativistas resgataram 178 beagles usados em testes de medicamentos.

Conheça a nova home do Último Segundo

TV iG: Seria a maior piada do País, diz Luisa Mell sobre risco de prisão

Luisa postou em sua página no Facebook e no Instagram uma foto do encontro que teve com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), esta semana, para pedir ajuda na luta pela “proibição imediata de testes em animais” em todo o País para a indústria de cosméticos e produtos de limpeza. Segundo ela, o encontro só foi possível com a ajuda do “querido Paulo Skaf”, presidente da Fiesp e provável candidato do PMDB ao governo de São Paulo.

São Roque: Protestos contra uso de cobaias termina com seis feridos

Comoção: Abaixo-assinado quer proibir uso de animais em testes

Exterior: UE proíbe venda de cosméticos testados em animais

“Pedi tb q coloque rapidamente em votação uma lei de políticas públicas p castração de cães e gatos em todo o território nacional! A reunião foi ótima! Ele já pediu p chamar os deputados de proteção animal Ricardo Izar, Protogenes [Queiroz] e Ricardo Tripolli! Quero que seja votada ainda este ano! E é só o começo!! Ah Claro, pedi tb CPI p caso Royal!”, afirmou Luisa em sua página na rede social.

Veja as fotos da invasão ao Instituto Royal


Leia tudo sobre: luisa mellbeaglespmdbeleições 2014

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas