Câmara anula Subcomissão de Cultura e Direitos Humanos

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Henrique Eduardo Alves extinguiu grupo a pedido da bancada fundamentalista cristã. Segundo deputado Jean Wylllys, decisão é escancarada homofobia institucional

O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves, anulou nesta
terça-feira (16) a Subcomissão de Cultura e Direitos Humanos, que faz parte da
Comissão de Cultura, presidida por Jandira Feghali (PCdoB-RJ).

Leia também: Contra Feliciano, Laerte e Jean Wyllys lançam comissão paralela em São Paulo

Com colegiado iniciado democraticamente, a subcomissão era presidida pelo
deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) e tratava de temas importantes como asameaças às culturas de matriz africana e indígena, além da inclusão social e
acessibilidade cultural.

Eduardo Alves extinguiu a subcomissão a pedido da bancada fundamentalista
cristã. Mesmo autor do projeto de "cura gay", o deputado João Campos
formalizou a "questão de ordem" que levou ao fim da subcomissão.

Veja mais: Comissão de Feliciano aprova projeto que autoriza templos religiosos a vetar gay

Segundo Wylllys, a decisão é uma violação da laicidade do Estado e
uma escancarada homofobia institucional. "Alves extinguiu justamente a subcomissão presidida pelo único deputado gay entre os 513 existentes", revoltou-se o deputado. "Não deixaremos que eles saiam vitoriosos, impondo suas verdades contra a diversidade cultural deste país", afirmou.

Integrantes do grupo já estão reagindo formal e oficialmente, pedindo o retorno da subcomissão e a volta de seus trabalhos. 

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas