Em propaganda do PSB, Campos traz aliança com Marina, ataca Dilma e poupa Lula

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Governador diz que é hora de dar ‘salto adiante’, se coloca como candidato e explora parceria com a Rede

Fora da base governista há menos de um mês, o PSB do governador de Pernambuco Eduardo Campos se apresenta na noite desta quinta-feira, 10, ao eleitor como alternativa para a disputa presidencial de 2014. No programa, que traz a nova aliada Marina Silva, Campos diz que é hora de dar "um salto adiante", abrir espaço para as novas lideranças e "limpar" a política brasileira.

Conheça a nova home do Último Segundo

Poder Online: Assista ao vídeo da propaganda do PSB

Palácio: Dilma se encontra com Lula e discute cenário eleitoral

Campos ao lado de Marina: 'Aliança causou terremoto na política'

Do vice-presidente do PSB: ‘Adversário de Campos em 2014 é o Aécio'

Com discurso de oposição, Campos ataca o governo da presidente Dilma Rousseff, mas poupa o ex-presidente Lula na propaganda. A propaganda separa o Brasil em dois momentos: o que levou um homem do povo ao poder e o que hoje não fala a língua do povo. O presidenciável diz que é preciso admitir que o Brasil trilha um caminho que "já deu o que tinha de dar”. O programa ataca também as deficiências do governo federal, como falta de remédios e equipamentos na área da Saúde, e alfineta os que "governam sem ouvir o cidadão".

Reprodução
Propaganda do PSB traz Campos como protagonista e explora aliança com Marina

O presidenciável - que dá espaço apenas para a deputada federal de São Paulo Luiza Erundina e para o discurso de Marina Silva no dia do anúncio da coligação entre a Rede Sustentabilidade e o PSB - enfatiza que é preciso abandonar as velhas "práticas políticas" e atrair novos nomes. "É hora de reunir as boas ideias e as boas pessoas".

Leia também:
Os 60 mais poderosos: Marina Silva oferece riscos concretos aos adversários
Marina Silva oficializa entrada no PSB de Eduardo Campos
TSE rejeita criação da Rede, partido de Marina
Marina Silva passa mal e é levada a pronto-socorro de Brasília

Ao final de 10 minutos de propaganda, Campos insiste que o PSB quer ser o caminho para levar o País para "dias melhores". "Dá para fazer e tem que fazer limpando a política", defende.

Com Agência Estado

Leia tudo sobre: eduardo campospsbmarina silvarede

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas