Na última pesquisa divulgada pela Confederação Nacional do Transporte, em julho, a avaliação positiva do governo da presidente era de 31,3%

A avaliação positiva do governo da presidente Dilma Rousseff subiu para 38,1% no levantamento divulgado nesta terça-feira (19) pelo instituto MDA, encomendado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT). A última pesquisa, realizada em julho, mostrava uma aprovação de 31,3%.

O percentual representa uma recuperação na avaliação positiva do governo Dilma, mesmo que o aumento de 6,8 pontos percentuais ainda seja inferior aos 54,2% divulgados em junho. A margem de erro desta pesquisa é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Eleição: Dilma mantém vantagem sobre possíveis candidatos, indica pesquisa
Mais Médicos:  73,9% dos brasileiros aprovam vinda de médicos estrangeiros

A presidente Dilma Rousseff e o vice, Michel Temer
José Cruz/ABr
A presidente Dilma Rousseff e o vice, Michel Temer

Outros 39,7% avaliam o governo como regular, número maior que os 38,7% de julho. Já a avaliação negativa caiu de 29,5% em julho para 21,9% hoje. 

De acordo com a mesma pesquisa, Dilma venceria tanto o primeiro turno quanto um possível segundo turno – com 36,4% e 40,7% das intenções de voto, respectivamente. Veja os dados da pesquisa eleitoral .

Pesquisas passadas: 
Dilma vai a 35%, mas só Lula venceria no 1º turno, diz Datafolha
Aprovação do governo Dilma cai para 31,3%, mostra pesquisa CNT

O desempenho pessoal da presidenta também teve recuperação e foi avaliado como positivo por 58% dos entrevistados. O dado mostra aumento da popularidade de Dilma, que tinha avaliação pessoal em 49,3% na última pesquisa. No total, 40,5% das pessoas desaprovam a gestão de Dilma. Em julho, o percentual era 47,3%; em junho, 20,4%.

Foram entrevistadas 2.002 pessoas entre os dias 31 de agosto e 4 de setembro, em 135 municípios de 21 Estados. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.