Relatório que pede a cassação de Donadon será votado nesta quarta-feira; ele está preso desde 28 de junho condenado por desviar mais de R$ 8 milhões em Rondônia

O plenário da Câmara vota nesta quarta-feira (28) o parecer do relator Sérgio Zveiter (PSD-RJ) que pede a cassação do deputado Natan Donadon (PMDB-RO), preso por peculato e formação de quadrilha após ser condenado pelo STF (Supremo Tribunal Federal). A cassação do deputado foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania na semana passada.

Donadon, que cumpre pena de mais de 13 anos no presídio da Papuda, em Brasília, é o primeiro parlamentar preso desde a Constituição de 1988.

Leia mais: Deputado condenado comanda gabinete de dentro de presídio

Deputado federal Natan Donadon (PMDB-RO) é condenado no STF a mais de 13 anos
Agência Câmara
Deputado federal Natan Donadon (PMDB-RO) é condenado no STF a mais de 13 anos

Podem falar na sessão, o relator do processo, Sérgio Zveiter, o advogado do deputado, Gilson Stephanes, e o próprio Donadon, se a direção do presídio permitir a sua saída. Desde o dia 28 de junho, Donadon cumpre pena de mais de 13 anos de prisão na Papuda, em Brasília.

O deputado foi condenado em última instância pelo STF pelo desvio de R$ 8,4 milhões da Assembleia de Rondônia, quando era diretor financeiro da instituição.

Leia mais: Deputado Donadon é preso e levado para penitenciária de Brasília

Mandato: Para evitar embate com o STF, Câmara deve cassar Donadon

Em Rondônia: Irmão do deputado Donadon é preso em Porto Velho

O PMDB de Rondônia encaminhou à Câmara ofício informando que Natan Donadon foi "afastado" do partido, mas, na documentação enviada, não consta a formalização junto ao Tribunal Regional Eleitoral do Estado, documento exigido pela Casa para atestar o afastamento partidário. No início de julho, a Câmara suspendeu o pagamento de Donadon e exonerou seu gabinete .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.