Contrato disputado é de R$ 17 milhões. Agência, que ficou na frente na disputa da Proposta Técnica, concordou em fazer o menor preço

A agência Artplan se manteve na liderança para ser a próxima responsável pela publicidade da Câmara Municipal de São Paulo. Na frente desde a última sessão pública, em que mostrou melhor condições técnicas do que as concorrentes, a Artplan concordou em ajustar seus valores e apresentar o menor preço. Na sessão de ontem (26), a agência Sabiá, terceira colada nos critérios técnicos, foi apresentou o menor preço, que será seguido pela Artplan. 

Leia mais sobre a Câmara Municipal de São Paulo:

Protestos marcam audiência pública sobre transporte público na Câmara de SP

Petistas e tucano batem boca na Câmara de São Paulo sobre cartel do metrô

Isolado na Câmara, vereador do PSOL propõe limite de aumento de salários

Plenário da Câmara Municipal de São Paulo
Natália Peixoto / iG São Paulo
Plenário da Câmara Municipal de São Paulo

As concorrentes têm até cinco dias para apresentar recursos contra a decisão. Na próxima sessão pública, ainda sem data, serão abertos os envelopes com a documentação das licitantes e o nome da vencedora será anunciado. Na carteira de clientes da Artplan estão a Caixa Econômica Federal, Odebrecht e Brookfield Incorporações. O contrato com a Câmara é cerca de R$ 17 milhões.

Desde dezembro de 2012, com o fim do contrato com a Contexto, a Câmara não conta com uma agência para divulgar seus trabalhos.

Os preços apresentados ontem não foram divulgados. No mês passado, a disputa de Proposta Técnica foi vencida pela Artplan, seguida pela Octopus, a Tarso (de Paulo de Tarso, o ex-petista que era sócio da Matisse, agência que atendeu contas do governo Lula), Sabiá, Sotaque Brasil, Central Business Comunicação, OCP e Eugênio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.