Operação combate fraudes em licitações de prefeituras em Mato Grosso do Sul

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Cerca de 100 policiais federais e oito servidores da CGU cumprem 18 mandados de busca e apreensão no Estado

Agência Brasil

A Polícia Federal, em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU), deflagrou na manhã desta quinta-feira (15) a Operação Teto de Vidro, que visa a combater crimes de fraudes em licitações, desvio de recursos públicos e corrupção em prefeituras do interior de Mato Grosso do Sul. Ao todo, cerca de 100 policiais federais e oito servidores da CGU cumprem 18 mandados de busca e apreensão em Aquidauana, Miranda, Rochedo, Bonito, Corguinho e na capital Campo Grande.

Mais: PF desarticula quadrilha que desviava dinheiro do ensino técnico no Paraná

Divulgação/PF
Durante o cumprimento dos mandados de busca, foram apreendidas sete armas em uma residência

De acordo com a CGU, a ação teve origem em duas investigações iniciadas em 2010 e 2012, a partir de fiscalizações feitas pelo órgão. Elas foram reunidas em razão de uma empresa fiscalizada fazer parte das duas buscas. Um grupo atuava montando licitações sem que realmente houvesse competição entre as empresas concorrentes.

A CGU esclarece que os fatos apurados se referem ao ano de 2012 e a anos anteriores, não havendo constatação de fraudes ou crimes cometidos pelos atuais prefeitos dos municípios investigados.

A Polícia Federal informou que, durante o cumprimento dos mandados de busca da Operação Teto de Vidro, foram apreendidas sete armas em uma residência e um homem foi preso em flagrante. “As investigações prosseguirão com a análise dos materiais apreendidos e coleta de depoimentos e interrogatórios”, informou a instituição.

Leia tudo sobre: mato grosso do sulprefeiturafraudepfcgu

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas