Sarney continua na UTI, mas respira sem a ajuda de aparelhos

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Senador está internado no Sírio-Libanês para tratar um acúmulo de líquido no pulmão. Ainda não há definição de diagnóstico, mas quadro é estável

Segundo o boletim médico divulgado nesta sexta-feira (2), o senador José Sarney (PMDB-AP) continua internado na UTI do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, mas apresenta um quadro estável. Segundo o hospital, Sarney está "consciente, lúcido e respirando sem a ajuda de aparelhos".

A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), filha do senador José Sarney (PMDB-AP), disse nesta sexta-feira que os médicos ainda não sabem o que seu pai tem. "Estamos aguardando os resultados dos exames para ter uma definição (do diagnóstico)", afirmou ao deixar o hospital.

Agência Senado
O senador José Sarney (PMDB-SP)

Sarney foi internado no domingo em um hospital de São Luís (MA), após sentir calafrios e dores no corpo. Na quarta-feira, foi transferido para a capital paulista. Segundo Roseana, o quadro de Sarney é estável e ele está reagindo bem às medicações. "Ele está bem, mas incomodado, como qualquer homem de 83 anos se sentiria com todos esses sintomas", disse.

A governadora disse que ainda não há previsão de alta e disse que permanecerá na cidade pelos próximos três ou quatro dias ao lado do pai. A mulher de Sarney e o filho Zequinha, que é deputado, também acompanham o senador. Segundo a assessoria do senador, a expectativa é que ele receba alta até o final da próxima semana. 

Leia também: José Sarney piora e é transferido para UTI em São Paulo

O hospital informou que Sarney fez exames de imagem no cérebro, na face e no abdome e os resultados apontaram acúmulo de líquido no pulmão direito. Por essa razão, a equipe formada pelos médicos David Uip, Roberto Kalil e Carlos Gama optou pela transferência. A assessoria do senador destaca, no entanto, que a decisão de levá-lo à UTI diz respeito, sobretudo, à necessidade de preservar o paciente, pois ele estaria recebendo muitas visitas em São Paulo.

O deputado Zequinha, filho de Sarney, disse nesta quinta-feira, 1º, que não está descartada a possibilidade de ele ter contraído dengue. O ex-presidente da República começou a se sentir mal no último domingo em São Luís (MA), após sentir febre e calafrios. Ele foi transferido para o Sírio na quarta-feira, 31.

O ministro da Pesca, Marcelo Crivella, chegou no início da tarde desta sexta-feira ao hospital para visitar o senador. O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) esteve no início da tarde desta sexta-feira no hospital Sírio-Libanês, onde tentou visitar o colega, mas não foi possível falar com Sarney porque ele passava por um ecocardiograma.

Caso

Sarney está internado no Sírio-Libanês, desde o dia 31 de julho. Ele chegou ao hospital, na capital paulista, vindo de São Luís (MA), onde estava internado no Hospital UDI para tratamento de uma infecção pulmonar. A assessoria informou ainda que a vinda a São Paulo foi um pedido da família para que ele pudesse aprofundar os exames, fazendo um check-up, mas que o quadro do político é bom. Há previsão de um novo boletim até o fim da tarde de hoje.

Político e escritor, o maranhense José Sarney está na vida pública há 60 anos. Ele foi governador do Maranhão, presidente do Senado e presidente da República de 1985 a 1990. Autor de diversos livros, Sarney é membro da Academia Brasileira de Letras.

* Com Agência Brasil e Agência Estado

Leia tudo sobre: Sarney

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas