PSB está em posição 'esquizofrênica', diz ex-ministro Ciro Gomes

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Ex-ministro é contra a candidatura de Eduardo Campos à presidência da República em 2014

Agência Estado

Reprodução
Ciro Gomes

O ex-ministro Ciro Gomes (PSB-CE) disse nesta terça-feira que os três recentes encontros com o presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, para falar da sucessão presidencial de 2014 resultaram na constatação que "o PSB está perplexo e numa posição esquizofrênica". Segundo Ciro, Eduardo Campos continua insistindo na candidatura contra Dilma, mas "de qualquer forma nós estamos numa posição menos ofensiva do que no passado, no que de qualquer forma atende à minha preocupação", disse o ex-ministro em entrevista à rádio Tribuna Band News, em Fortaleza.

Leia também: Erundina pode funcionar como 'embaixadora' de Eduardo Campos em São Paulo

Ciro voltou a questionar a candidatura de Eduardo. "A minha preocupação é se nós temos candidato nós temos de responder duas perguntas: por que a partir da ideia de quando a Dilma era ninguém, desconhecida, e o Lula encerrava um ciclo, nós não apresentamos candidato? e para quê? Porque o Brasil não quer Chico, Manoel ou Toim. O Brasil quer uma proposta que se ofereça para garantir o espaço conquistado mas avance muito além daquilo que hoje nós temos. E especialmente que represente uma ruptura com os maus costumes da política brasileira, com a ladroeira, que represente uma inversão de prioridades para que se cuide da economia do País, da Educação do nosso povo, da segurança de nossa população; e da saúde da família brasileira".

Sobre a presidenciável Marina Silva, Ciro diz que ela "é uma santinha, mas nunca foi testada e não diz nada." Ele descartou qualquer possibilidade de se candidatar em 2014. "Estou ainda num processo de desintoxicação e abrindo espaço para gente mais jovem", disse.

Segundo Ciro, está descartada a oferta de Eduardo Campos de transferir o domicílio eleitoral de Ciro de Fortaleza para São Paulo para que ele concorra em 2014.

Também na manhã desta terça-feira, Ciro Gomes, em entrevista a outra emissora de Rádio, a Verdes Mares AM, Ciro chamou a equipe ministerial de uma "putaria". Para Ciro, "Dilma é decente e trabalhadora, mas está cercada de gente de quinta categoria pilotando e sentada na putaria, desculpe a má palavra!"

Ciro defende que Dilma faça uma reforma ministerial já e reduza a quantidade de ministérios de 39 para 15. "Mas só uma inabilidade da Dilma para acreditar que o PMDB quer uma redução de ministérios". Para ele o PMDB está colocando Dilma na parede "e ela não reage".

Leia tudo sobre: ciro gomes

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas