Marina fala sobre a criação da Rede, reforma política e protestos ao iG

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ex-ministra articula para a criação de seu novo partido, a Rede Sustentabilidade

A ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva falou com exclusividade ao iG na manhã desta quarta-feira (3). Entre os temas que serão abordados estão a criação do seu novo partido, Rede Sustentabilidade, a onda de protestos que acontecem no País e as medidas do governo para atender as reinvindicações.

Ao iG , na semana passada, Marina já declarou que as recentes manifestações que tomam conta de todo o País são parte do “ativismo autoral”, a imposição de um novo “sujeito político” que quer um novo jeito de governar. Para ela, o grande desafio é manter o estilo do portesto sem que ele se perca “no individualismo e na fragmentação”. “Temos de perceber que essa situação é genuína e não é uma reconstrução do que passou. É um erro querer rotular e se apropriar disso. O Brasil pode ser um país de um novo paradigma. Há algo em estado de latência”, disse.

Mesmo após recolher as 500 mil assinaturas necessárias para abrir a Rede, Marina busca ainda mais adesões, já contando com o descarte de 40% das fichas, e para isso procura um total de 800 mil apoios até o dia 10 de julho.

Natália Peixoto / iG São Paulo
Ao comemorar as 500 mil assinaturas, Marina Silva teme que o Rede seja prejudicado por projeto sobre partidos


Leia tudo sobre: Marina

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas