Ex-ministra e idealizadora da Rede Sustentabilidade dará entrevista para a TV iG a partir das 11h15

A ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva falará e com exclusividade a TV iG , na manhã desta quarta-feira (2). A entrevista será transmitida ao vivo a partir das 11h15. Entre os temas que serão abordados estão a criação do seu novo partido, Rede Sustentabilidade, a onda de protestos que acontecem no País e as medidas do governo para atender as reinvindicações. 

A ex-senadora Marina Silva
Natália Peixoto / iG São Paulo
A ex-senadora Marina Silva


Nas ruas: “País quer novo realinhamento político e partidos não podem governar sozinhos”

Novo partido: Marina comemora apoios e diz que vai ao STF contra projeto que prejudica o Rede

Assinaturas:  Protestos podem acelerar formalização da Rede, dizem aliados de Marina Silva

Ao iG , na semana passada, Marina Silva já declarou que as recentes manifestações que tomam conta de todo o País são parte do “ativismo autoral”, a imposição de um novo “sujeito político” que quer um novo jeito de governar. Para ela, o grande desafio é manter o estilo do portesto sem que ele se perca “no individualismo e na fragmentação”. “Temos de perceber que essa situação é genuína e não é uma reconstrução do que passou. É um erro querer rotular e se apropriar disso. O Brasil pode ser um país de um novo paradigma. Há algo em estado de latência”, disse.

Mesmo após recolher as 500 mil assinaturas necessárias para abrir a Rede, Marina busca ainda mais adesões, já contando com o descarte de 40% das fichas, e para isso procura um total de 800 mil apoios até o dia 10 de julho.

2014

Pré-candidata à Presidência, caso a Rede seja viabilizada até setembro deste ano, Marina apareceu em segundo lugar nas intenções de voto para 2014, segundo pesquisa Datafolha divulgada no último dia 30. Atrás apenas da presidente Dilma Rousseff , com 30%, a ex-senadora tem 23% das intenções de voto, seguida por 17% de Aécio Neves (PSDB) e 7% de Eduardo Campos (PSB).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.