Câmara aprova MP da cesta básica que inclui redução da conta de luz

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Medida provisória que prevê desoneração de tributos e garante redução das tarifas de energia segue para o plenário do Senado e depois para sanção presidencial

Reuters

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira a Medida Provisória 609, que desonera produtos da cesta básica e absorveu dispositivos de outra MP que garantem a redução na conta de luz, uma das bandeiras do governo da presidente Dilma Rousseff. Agora, a MP 609 segue para apreciação do plenário do Senado para então ser enviada à sanção presidencial.

Papo na redação: Falta de articulação obrigou governo a buscar plano B para MPs

Relembre: Governo incluirá redução da conta de luz em outra MP e editará decreto

Além de prever a desoneração de PIS/Pasep e Cofins sobre a venda no mercado interno e sobre a importação de produtos da cesta básica, o texto incorporou dispositivos da MP 605, que permitia o uso dos recursos da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) para garantir a redução das tarifas de energia.

A medida também autoriza que a CDE forneça recursos para compensar os efeitos da não adesão de algumas empresas à prorrogação de concessões de geração de energia elétrica.

A MP 605 chegou a ser aprovada pela Câmara dos Deputados, mas perdeu a validade por ter chegado ao Senado em um prazo muito próximo a seu vencimento.

O presidente da Casa, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), havia alertado, em outra votação, que não aceitaria medidas provisórias que fossem enviadas pela Câmara com menos de sete dias de validade. Sem ser votada no Senado, a MP caducou.

Leia tudo sobre: mpmedida provisóriacesta básicaconta de luz

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas