Visita de fotógrafo ao DOI-Codi frustra comissão

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Autor da emblemática foto do corpo do jornalista Vladimir Herzog disse não reconheceu nenhuma das dependências onde foi com a Comissão da Verdade Municipal de SP

Agência Estado

"Não reconheço nenhum desses lugares", disse o ex-fotógrafo Silvaldo Leung Vieira, de 59 anos, após percorrer, na segunda-feira, 27, durante quase duas horas, as antigas dependências do Departamento de Operações de Informações - Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-Codi), em São Paulo.

Leia também: Ao completar um ano, Comissão da Verdade tenta acelerar os trabalhos

Mais tempo: Dilma dará mais seis meses de prazo para a Comissão Nacional da Verdade

Comissão da Verdade: Ustra surpreende ao depor e deve participar de acareação

Autor da emblemática foto do corpo do jornalista Vladimir Herzog, morto naquele local em 1975, ele frustrou a Comissão Municipal da Verdade, que o trouxe dos Estados Unidos para o Brasil com a expectativa de obter mais detalhes sobre o caso.

Vieira ainda estudava fotografia na Polícia Civil quando foi levado até a cela do DOI-Codi para documentar o suposto suicídio de Herzog. Na segunda-feira, 27, ele disse que sua permanência no lugar não durou mais do que cinco minutos. 

Leia tudo sobre: Comissão da VerdadeVladimir Herzog

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas