Garotinho abre sigilo bancário e fiscal

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Deputado tem o intuito de provar 'lisura de sua conduta como homem público'. Garotinho (PR-RJ) foi por chamado por Ronaldo Caiado de 'chefe de quadrilha'

Agência Estado

Agência Brasil/Renato Araújo
Deputado Anthony Garotinho

Após promover um bate-boca na quarta-feira (15) com o colega do DEM, deputado Ronaldo Caiado (GO), o deputado Anthony Garotinho (PR-RJ) encaminhou hoje um documento à Mesa da Câmara disponibilizando seu sigilo fiscal e bancário para provar a "lisura de sua conduta como homem público". Ontem, durante a discussão, Caiado chegou a chamar o deputado de "chefe de quadrilha". "Não vou levar para casa o que não sou", disse Garotinho, sugerindo que o parlamentar da oposição pedisse desculpas.

Leia mais: Sessão da MP dos Portos amanhece sem votação

Poder Online:
Caiado chama Garotinho de ‘chefe de quadrilha’ e ‘frouxo’

Caiado, por sua vez, alegou que é um homem de atitudes intempestivas e que ontem teria ficado indignado com as insinuações de Garotinho. Na ocasião, Garotinho sugeriu que a bancada do DEM estaria votando de acordo com interesses de lobistas. "Se me excedi em alguma palavra, foi por indignação, pela maneira como atingiu todo o meu partido", respondeu Caiado, dizendo que não guardaria ressentimentos. O deputado do DEM, no entanto, afirmou que a retratação viria se Garotinho também se retratasse.

Leia mais: Tempo é principal inimigo do governo na aprovação da MP dos Portos

Articulação: Governo prepara nova derrota a Eduardo Cunha na MP dos Portos

Leia mais: Plenário encerra sessão sem concluir votação de emendas à MP dos Portos

Leia tudo sobre: anthony garotinhogarotinhosigilomp dos portosprdemcaiado

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas