Adiamento ocorreu porque não houve quorum mínimo para começar o processo de votação, que foi remarcado para às 11h desta terça-feira

Agência Brasil

A Câmara dos Deputados adiou para esta terça-feira (14), a partir das 11h, a discussão e votação da Medida Provisória (MP) 595/2012, conhecida como MP dos Portos, que estabelece novo marco regulatório para a concessão de terminais portuários à iniciativa privada. O adiamento se deu porque não houve quorum mínimo para começar o processo de votação. Eram necessários 257 deputados presentes, mas apenas 241 marcaram comparecimento.

Leia também:
Governo já trabalha com a possibilidade de votar MP dos Portos na terça
Câmara: Ministros se empenham por acordo na votação da MP dos Portos
Governo tenta último acordo para aprovar MP dos Portos na Câmara
Após apelo de Dilma, Câmara marca votação da MP dos Portos

Vista do plenário da Câmara dos Deputados nesta segunda-feira
Alan Sampaio / iG Brasília
Vista do plenário da Câmara dos Deputados nesta segunda-feira

O líder do governo na Câmra, Arlindo Chinaglia (PT-SP), disse que mais de 257 deputados estavam presentes, mas muitos não assinalaram no painel. A medida, segundo ele, foi uma forma de obstruir a votação da MP hoje. Chinaglia acredita que será possível aprovar a matéria no decorrer do dia de amanhã.

Foram apresentados à MP 28 destaques de bacanda para alterar o texto aprovado pela comissão mista do Congresso.

Líderes partidários reunido com ministros para chegar a acordo sobre a votação da MP dos Portos
Alan Sampaio / iG Brasília


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.