Em clima amigável, Dilma, Lula e Aécio se encontram em evento em Minas Gerais

Por iG Brasília | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ex-presidente e senador tucano, provável adversário de Dilma em 2014, já haviam trocado afagos na ExpoZebu em 2007

A presidente Dilma Rousseff participou nesta sexta-feira (3) da abertura oficial da 79ª ExpoZebu, organizada pela Associação Brasileira dos Criadores de Zebu, em Uberaba, Minas Gerais. No mesmo evento, estava o senador Aécio Neves (PSDB-MG), provável adversário da presidente em 2014, e os dois trocaram amabilidades. O tucano também encontrou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Poder Online: Aécio discursa como candidato e diz que vencerá em 2014

Leia mais: Saúde é o ministério com maior liberação de recursos em 2013

Congresso: Governo conta com tucanos para aprovar PEC do Trabalho Escravo

Os dois já estiveram juntos em clima bem amigável na mesma Expozebu da qual participam nesta sexta-feira. Em 2007, após a reeleição de Lula, os dois trocaram afagos, referiram-se um ao outro como “amigo” e posaram para fotos diante da imprensa na abertura da feira, que ocorre anualmente no interior de Minas. Os discursos, na época, falavam sobre cooperação entre os governos federal e estadual, com direito a brincadeiras mútuas entre o petista e o tucano.

L. Adolfo/Futura Press
Aécio e Dilma se cumprimentam em cerimônia de abertura da ExpoZebu, em Uberaba, Minas Gerais

Nos anos seguintes, entretanto, Lula acabou ficando fora da festa. Em 2008, mandou o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, representa-lo na abertura da feira. O mau tempo, entretanto, impediu a decolagem do avião do ministro, que acabou cancelando a participação na última hora. Aécio, naquele ano, cumpriu o script e marcou presença no ato. Já em 2009, quando na eleição presidencial já mobilizava governistas e oposicionistas, nem Lula, nem Aécio compareceram à feira.

Ricardo Stuckert/PR/Arquivo
Lula e Aécio se encontram na ExoZebu, em 2007

Na cerimônia de abertura, Dilma confirmou a criação de uma agência de assistência técnica e extensão rural. “Temos de fazer assistência técnica e extensão rural de forma obsessiva”, disse Dilma em discurso. Segundo a presidente, o objetivo da agência é levar avanços tecnológicos a produtores que não têm acesso, principalmente os pequenos e médios. Para ela, forma “obsessiva” significa trabalhar no limite da capacidade, fazendo com que a maioria dos produtores atinja um alto nível de produtividade.

Medida: Governo envia ao Congresso proposta que destina 100% dos royalties à educação

Em relação ao Plano Agrícola e Pecuário 2013/2014, Dilma disse que terá a preocupação de ampliar recursos, reduzir custos, simplificar procedimentos e abertura de linhas de financiamento mais adequadas.

Com Agência Brasil

Leia tudo sobre: dilma rousseffaécio neveslulaexpozebuminas gerais

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas